17/02/2021 às 10h33min - Atualizada em 17/02/2021 às 12h30min

Governo reduz de 16% para 2% taxa de importação de autopeças para tratores

SALA DA NOTÍCIA Missão Comunicação

O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou no dia 04 de fevereiro, por meio de suas redes sociais, a redução no imposto sobre a importação de autopeças para tratores não produzidos no Brasil, que passou de 16% para 2%. Com a medida, a expectativa é que haja redução do custo de produção no setor agrícola. A resolução Nº 150 da Camex mostra que mais de 400 itens serão beneficiados pela decisão.

Durante o processo de avaliação da redução, o Ministério havia recebido a demanda do setor privado e a repassou, para que fosse discutida pelo Comitê-Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Gecex), da Câmara de Comércio Exterior (Camex). O Comitê, subordinado ao Ministério da Economia, alterou a lista oficial de componentes de maquinário agrícola não produzidos em território nacional, adicionando 19 peças mecânicas ao rol de mercadorias com direito à isenção.

O ato foi comemorado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que analisou que as reduções vão gerar mais competitividade para o agronegócio. Na lista de redução estão  autopeças para tratores e caminhões, como pneu, câmbio, maçaneta, espelhos, motores, cabeçotes, válvulas, entre outros. 

Para Paulo Castelo Branco,  economista com mais de 30 anos de atuação no mercado de automação industrial e presidente-executivo da Abimei (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais), essa iniciativa é muito benéfica para as empresas do setor, já que contribui para a redução das despesas de produção em um momento muito importante, em que o País tenta se recuperar da crise causada pelo novo coronavírus”, comenta. 

Essa redução foi registrada em duas resoluções publicadas na edição do Diário Oficial da União (DOU) no início do mês de fevereiro.  Desde 2019, o Cegex já havia reduzido o imposto de importação para outros nove modelos de autopeças. De acordo com a postagem do presidente, acompanhada de uma foto ao lado da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a medida “reduzirá o custo de produção no setor agrícola”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp