02/03/2021 às 18h15min - Atualizada em 03/03/2021 às 12h00min

Técnicas de modelagem 3D: conheça as principais

SALA DA NOTÍCIA LUCAS WIDMAR PELISARI
Atualmente, para poder encontrar um bom emprego na área de engenharia ou construção civil, é essencial que o profissional entenda e domine as melhores técnicas de modelagem 3D em softwares avançados. Isso porque esse é um requisito básico para poder trabalhar no segmento, além de poder conseguir manter o ritmo de qualidade e se adequar aos padrões básicos do mercado.

Existem muitas habilidades importantes para as "profissões do futuro" e a capacidade de trabalhar com modelagem 3D está entre elas, especialmente por causa do surgimento de novas áreas de atuação. Por exemplo, antigamente alguém que dominava o AutoCAD e outros programas do tipo trabalhava como engenheiro de peças ou de construção civil, basicamente. Hoje em dia, dá até para empreender com as impressoras 3D.

Quer aprender então quais são as principais técnicas de modelagem 3D? Então siga a leitura do artigo abaixo!

O que é modelagem 3D?

Modelagem 3D é um complexo processo de criação de planos de objetos em três dimensões usando softwares especializados no assunto, capazes de criar recriações visuais desses objetos com base em modelos matemáticos.

A modelagem 3D tem uma série de aplicações práticas significativas no mercado, incluindo o desenvolvimento de peças para o setor industrial, casas na construção civil, design de interiores, personagens e cenários em video-games e muito mais.

No geral, o movimento dessa técnica consiste em usar o software para modelar o objeto digitalmente como se ele fosse real e feito de argila. O usuário monta nas definições que ele quer, com precisão milimétrica. Então, usa aquele modelo finalizado para qualquer que seja o uso projetado. Pode ser desde criar uma peça para uma máquina até desenvolver uma obra de infraestrutura para a cidade mais próxima.

Para aprender como realmente a modelagem 3D pode ser útil, é essencial compreender quais são as suas principais técnicas. Confira abaixo!

As 6 melhores técnicas de modelagem 3D

1. Box Modeling

O Box Modeling é um tipo de modelagem 3D feito com base em formas geométricas básicas, como cubos, polígonos, esferas e cilindros. Basicamente, a ideia é ir combinando essas formas básicas e criar o objeto desejado.

Se você já jogou algum game 3D do Nintendo 64 ou do PlayStation, provavelmente já deve ter notado como os bonecos e personagens eram feitos com base em polígonos e outras formas geométricas.

Aquilo era Box Modeling. Até hoje, aliás, os personagens de games são feitos assim, mas hoje já se usa milhões de polígonos, o que permite fazer modelagens ultra realistas. No entanto, esse tipo de resultado é obtido apenas com a próxima técnica!

2. Subdivision Modeling

O Subdivision Modeling é uma evolução do Box Modeling e conta com uma quantidade bem grande de polígonos e outras formas na sua malha tridimensional.

Por causa disso, é uma técnica de modelagem que apresenta muito mais recursos para o modelador, inclusive a possibilidade de trabalhar com formas bem complexas e realistas. Por causa da alta capacidade de detalhes, tende a ser usada mais em projetos de vídeo-games avançados, em composições de obras de infraestrutura, casas e decoração.

3. Topologia

Topologia é um processo dentro da modelagem 3D que alinha e organiza os polígonos criados dentro do objeto. Quanto maior a densidade de polígonos, mais detalhado e realista é o projeto. Por isso, projetos que exigem bom desempenho gráfico precisam de uma topologia bem feita.

4. Retopologia

Retopologia é uma técnica que reconstrói um modelo que é High Poly 3D em um modelo Low Poly. Em outras palavras, pega um modelo com alta densidade de polígonos e tenta reproduzir com baixa densidade. É uma técnica boa para poupar recursos do computador enquanto trabalha e faz testes.

5. UV Map

UV Map é uma técnica que cria todas as informações 3D da modelagem e transforma-as em 2D. Assim, é possível visualizar melhor as densidades daquele modelo e compreendê-lo melhor. Você lembra dos paper toys, lançados nos anos 2000? Então, é como eles, mas com o objeto que foi trabalhado na modelagem 3D.

Com ele, dá para trabalhar melhor com a iluminação e outros elementos da modelagem, determinando como vão afetar a textura do modelo.

6. Renderização

A última técnica de modelagem 3D é a renderização. Basicamente, ela consiste em pegar um modelo digital e finalizá-lo ao colocar todos os dados em um único arquivo e torná-lo pronto para uso.

Basicamente, é “finalizar” mesmo o arquivo. No entanto, é importante ter uma cópia não-renderizada para poder trabalhar nela depois, caso necessário.

Pronto! Agora você já aprendeu os principais processos e técnicas de modelagem 3D e já está mais pronto para dominar esse assunto e essa habilidade, criando um leque de opções interessantes para o seu futuro. Com isso, ocupará uma posição positiva no mercado de trabalho em alguns anos, garantindo mais oportunidades de sobreviver às mudanças que vêm por aí.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o tema!

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp