23/03/2021 às 17h42min - Atualizada em 23/03/2021 às 17h34min

Digital influencer Jéssyca Mattos dá a volta por cima e faz sucesso divulgando produtos

SUAIMPRENSA - cidadenoar.com

Uma briga entre duas jovens estudantes na porta de uma escola fez surgir um meme que viralizou e tomou conta das redes sociais. Uma das meninas mesmo depois de ter caído, ao se levantar, falou o que se tornou um dos memes mais conhecidos: “Já acabou, Jéssica?". O meme fez tanto sucesso que virou campanha da Polícia Militar de Minas Gerais contra a violência nas escolas.

Visto por outra ótica o meme mostra como uma pessoa que apanha e cai humilhada pode se levantar enfrentando a situação dando a volta por cima. É o caso de outra Jéssyca, escrita com outra grafia e letras diferentes que hoje também se destaca nas redes sociais e internet.

Jéssyca Mattos passou por uma grande decepção ao sofrer uma grande perda e resolveu se mudar pra cidade do Rio de Janeiro. Em busca de noves ares, juntamente com marido e suas duas filhas, foi tentar a vida na chamada cidade maravilhosa.

O marido era o arrimo da família e o único responsável pelo sustento do lar. Apesar de não passar necessidade em casa levavam uma vida apertada e por isso acabou aceitando o convite de trabalho de uma pessoa próxima da família. Como a empresa que foi trabalhar passava por dificuldades acabou emprestando as únicas economias que a família tinha no banco. Era um valor muito significativo na época mas emprestou por se tratar de alguém do seu círculo de amizades além da promessa de devolução em três meses.

A empresa continuou em dificuldades e passou a atrasar os salários dos funcionários, inclusive do marido de Jéssyca que também trabalhava no local. Ao cobrar uma explicação do que estava acontecendo o casal foi demitido e nem mesmo conseguiu recuperar o dinheiro emprestado.

Um ditado conhecido diz que quem empresta dinheiro a um amigo perde o dinheiro e o amigo. Jéssyca perdeu o amigo, o dinheiro e o emprego. O casal viu seu nome envolvido em mentiras e foi bloqueado nas redes sociais. Em troca de um gesto amigo receberam ingratidão e como resposta outro ditado “devo não nego pago quando puder”.

Em uma ocasião conseguiu conversar na tentativa de recuperar o empréstimo explicando a situação que se encontrava pedindo assim, mais uma vez, a devolução do dinheiro. O resultado da conversa foi uma total inversão da situação. Foi chamada de ingrata e ainda teve que ouvir que não merecia o salário que ganhava e que foi contratada por pena por não ter nenhuma experiência pra poder trabalhar.

Sem salário e sem a reserva de dinheiro que tinha no banco o marido passou a fazer serviços no aplicativo uber. O excesso de horas no trânsito sem repouso e sem dormir causou um acidente deixando o carro vinte dias parado na oficina sem nenhuma fonte de renda.

A única alternativa de Jessyca era arranjar alguma forma de ganhar dinheiro pra ajudar a manter a casa e a família. Começou a investir no trabalho de digital influencer. Seu número de seguidores era baixo, motivo de chacota até das pessoas que ela tinha emprestado dinheiro, e não conseguia assim cobrar pelo trabalho um valor suficiente pra suprir as necessidades da família.

Foi obrigada a devolver o apartamento e vender todos os móveis pra voltar pra cidade de São Paulo. Sem condições de arcar nem mesmo com o valor do aluguel passaram a morar em um quarto dos fundos na casa da avó. O marido voltou a fazer trabalhos de uber que foi prejudicado pelas restrições da pandemia que começou duas semanas depois.

Jessyca viu seu lado psicológico abalado pelas constantes mensagens que recebia da pessoa que estendeu a mão emprestando dinheiro no Rio. Sentindo magoada e inútil resolveu mostrar que era capaz. Com as restrições da pandemia a única saída seria trabalhar na internet. Descobriu o marketing digital através de uma agência e foi convida a fazer parte da equipe. Em menos de dois meses conseguiu conquistar mais de mil clientes. Decidiu então abrir sua própria empresa na área. Com seis meses de trabalho conquistou mais de três mil clientes.

Hoje com a vida reestruturada financeiramente voltou pro Rio de Janeiro onde abriu sua empresa e mesmo durante a pandemia seus negócios estão crescendo. Se dedica a trabalhar com gerenciamento de mídias, assessoria para influenciadores, crescimento digital, entre outras coisas. Tem em sua carteira mais de cinco mil clientes, número esse que aumenta a cada dia.

Jéssyca Mattos fez do Não sua vitória e agradece a Deus por tudo que conquistou na vida.

Assim como a garota do meme da Jéssica que caiu e levantou, Jéssyca, que foi alvo e motivo de chacota também se reergueu. Seus seguidores hoje já somam mais de quatrocentos mil e seu trabalho como digital influencer conta com parcerias fixas com marcas renomadas.

A internet é um dos principais meios de comunicação e venda do mundo e Jessyca se encontrou nessa atividade. Ama e se diverte com o trabalho que faz. Agradece todos os NÃOS que foram colocados em seu caminho, pois sem eles não teria chegado em lugar nenhum. Se sente feliz em saber que pode ajudar pessoas a vender seus produtos em plena pandemia alavancando as vendas on-line e trazendo mais visibilidade e rendimentos em um momento de tanta dificuldade. Seu trabalho não é somente levantar redes sociais, também levanta pessoas, carreiras e vidas, e só tem que agradecer a Deus por tudo.

Seus endereços nas redes sociais: no instagram @Jmattos_assessoria @mattosjessyca.


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp