03/05/2021 às 13h06min - Atualizada em 03/05/2021 às 14h20min

Patrimônio familiar: joias, diamantes e pedras preciosas podem ser usadas como 'segunda moeda'?

SALA DA NOTÍCIA Jornalista Felipe de Jesus
GC
Na “H. Werner Perícias & Avaliações”, empresa que atende pessoas físicas e jurídicas em todo o Brasil (Rua Pernambuco nº353 – Sala: 1005 – Bairro Funcionários - esquina com Avenida Brasil em BH/MG), é possível fazer a avaliação e a certificação desses bens para venda
 

Na antiguidade era muito comum as famílias de grande poder aquisitivo deixarem para os seus herdeiros não somente bens materiais como castelos, campos e animais, mas também, joias, diamantes, ouro e claro, pedras preciosas. No entanto, naquela época elas carregavam muita história e claro, sentimentos! Assim, se tornando um patrimônio familiar quase que intocável e pronto para ser passado para as futuras gerações. Porém, com o passar dos anos, elas começaram a se tonar muito mais do que um momento inesquecível, mas itens para os ente queridos com valor monetário alto e ainda mais fácil de serem usados como uma segunda moeda, como menciona Hugo Werner Flister, Perito avaliador Gemólogo.

Para o especialista, muitas famílias brasileiras tem esses bens em casa herdados de avós, pais e etc, mas não sabem como proceder para usar esses patrimônios em prol de sanar dividas e até mesmo a realização de sonhos parados por falta de dinheiro. Em entrevista, ele que é, membro da Associação dos Peritos Judiciais de Minas Gerais (ASPEJUDI), fala sobre a importância da avaliação e também da certificação através de um profissional habilitado na área, para os que desejam usar esses bens como uma segunda moeda.

Hugo Werner Flister, o que é considerado joia de família? Qual tipo de peça pode ser considerada uma joia?

Bom, as joias de família podem ser um colar, um par de brincos, uma pulseira, um anel, um pingente, abotoaduras ou mesmo um terço. O que as faz realmente especiais é o fato de serem adquiridas ou presenteadas em datas comemorativas das mais diversas, entre as quais está o dia do noivado ou casamento. Outras vezes, elas são peças antigas que passaram entre os entes da família e, por isso, marcam tanto o momento para os familiares.

Elas podem ser usadas como segunda moeda?

Sim! Mas existe um processo analítico e pericial para isso.

No caso de uma pessoa que tem joias e pedras em casa, existem maneiras práticas para ele testar a autenticidade das joias? Ou procurar um especialista é sempre o melhor caminho mesmo?

Encontramos diversas receitas e dicas na internet como: riscar, morder e até mesmo verificar a temperatura dos materiais. Na verdade, estes procedimentos são errôneos e sem qualquer fundamento cientifico. Por esse motivo, procurar um especialista Gemólogo e se possível perito Judicial Gemólogo, é o melhor caminho mesmo!

Já que você falou do Gemólogo e do perito Judicial Gemólogo, qual a função deles nesses casos? Explique para o leitor.

Ainda pouco conhecido, o Gemólogo tem como função, com base nos métodos técnicos, através de exames e análises, identificar e classificar materiais gemológicos com os resultados descritos em Laudo Técnico Gemológico, devidamente assinado. Além disso, somos responsáveis por emitir certificado de garantia para o cliente e o laudo pericial. Já o perito Judicial Gemólogo, tem como função, atuar em processos judiciais, realizando trabalhos técnicos pericias em diversas situações, como por exemplo: partilhas, penhoras, acordos etc.

Qual é a diferença entre o certificado de garantia e o laudo técnico?

O certificado de garantia é fornecido pela empresa, comerciantes, ou até mesmo por profissionais do mercado informal, onde as vezes, por desconhecimento técnico, os materiais comercializados são descritos de forma inadequada. Já o laudo técnico gemólogico é feito com base nos procedimentos técnicos realizados em laboratório apropriado e este, deverá ser assinado por profissional habilitado e credenciado.

Qual a necessidade do laudo técnico gemológico, até mesmo para o cliente que deseja repassar uma pedra preciosa?

Desde a antiguidade, as joias, diamantes, pedras preciosas e os metais nobres, já eram objetos de desejo, e utilizados por nossos antepassados, como moeda e demonstração de riqueza e poder, mas como até nos tempos modernos, acredita se que na maioria, sem a necessária documentação. Na atualidade existem no mercado inúmeros produtos sintéticos, artificiais, reconstituídos, além de outros com iguais características, criados e fabricados para imitar e substituir os materiais naturais. Sendo o laudo técnico gemológico o documento de identidade, que certifica e garante autenticidade e legitimidade dos materiais, evitando assim, possíveis fraudes.

Quanto ao certificado de garantia, podemos dizer que ele é indispensável para o cliente nos dias atuais? Não vale mais a questão da palavra/honestidade? O que mudou?

A avaliação profissional de joias, diamantes e pedras preciosas realizada por profissional especializado e habilitado em laboratório gemológico tornou se ainda mais necessária com o passar dos anos. O que mudou, foi que em décadas anteriores, a comercialização destes produtos era feita de forma direta, em lojas especializadas e profissionais de tradicão, onde a honestidade e a boa fé representavam o “certificado de garantia”. Hoje isso não existe mais!

Para fecharmos, quando uma pessoa deve consultar um Perito Gemólogo para saber se as pedras e joias tem algum tipo de valor para venda?

Quando se tratar de Gemas (pedras Preciosas), Diamantes, joias e outros materiais relacionados, em situações diversas, como: partilhas, penhoras, regularização de patrimônios, comprar, vender, permutar e até mesmo antes da utilização destes materiais como moeda em negociações, que é uma pratica costumeira.

Caso necessite

Agende uma visita na “H.Werner Perícias & Avaliações”. O escritório está na Rua Pernambuco nº353 – Sala: 1005 – Bairro Funcionários – Belo Horizonte / Minas Gerais | esquina com Avenida Brasil. Os atendimentos são feitos através de agendamento pelos telefones: (31) 3273-2648 ou pelo: (31) 99907-5881. E-mail:hugowernerperito@yahoo.com.br .


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp