27/05/2021 às 10h55min - Atualizada em 27/05/2021 às 11h20min

Empresas buscam formas de prevenção à contaminação dos seus colaboradores

A Secretaria do Trabalho publicou orientações e medidas que empregadores e trabalhadores devem seguir no ambiente de trabalho.

DINO
https://bioxxi.com.br/
Ações do plano de prevenção da Bioxxi


A Secretaria do Trabalho do Brasil divulgou, em novembro de 2020, um documento oficial que contém orientações e medidas que empregadores e trabalhadores precisam seguir no ambiente de trabalho, visando à prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da COVID-19. 

De acordo com a Secretaria do Trabalho, a organização deve estabelecer e divulgar orientações ou protocolos com a indicação das medidas necessárias para prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da COVID-19 nos ambientes de trabalho. Também diz que as orientações ou protocolos devem estar disponíveis para os trabalhadores e suas representações, quando solicitados e devem incluir: medidas de prevenção nos ambientes de trabalho, nas áreas comuns da organização, a exemplo de refeitórios, banheiros, vestiários, áreas de descanso, e no transporte de trabalhadores, quando fornecido pela organização; ações para identificação precoce e afastamento dos trabalhadores com sinais e sintomas compatíveis com a COVID-19; procedimentos para que os trabalhadores possam reportar à organização, inclusive de forma remota, sinais ou sintomas compatíveis com a COVID-19 ou contato com caso confirmado da COVID-19; e instruções sobre higiene das mãos e etiqueta respiratória.

No início da pandemia, em março de 2020, a Bioxxi criou um comitê interdisciplinar e iniciou um plano de prevenção à contaminação.

“O plano de contingenciamento da Covid-19 teve o objetivo de evitar o contágio no ambiente de trabalho. O primeiro passo do plano foi colocar parte da força de trabalho em home office. Durante o primeiro lockdown, fizemos uma sanitização em toda a empresa, colocamos placas para monitorar a atividade microbiana e preparamos o ambiente de trabalho para a volta do trabalho presencial”, explica Edimilson Migowski, Infectologista, professor da UFRJ e consultor na Bioxxi.

Checar a temperatura de qualquer pessoa que entre nas dependências da Bioxxi, usar álcool em gel individual, tornar uso de máscara obrigatório, sanitizar o ambiente, fazer teste rápido em todos os colaboradores que voltaram ao trabalho presencial e realizar o teste sempre que algum colaborador apresentasse qualquer um dos sintomas da Covid-19 foram as principais ações do plano de prevenção à contaminação. 

Todos os funcionários admitidos no período da pandemia só iniciaram as atividades laborais após o teste rápido com resultado negativo para a Covid-19.

O Dr. Edimilson Migowski fez lives, palestras e vídeos educacionais para orientar os colaboradores e o público da Bioxxi nas redes sociais. Os colaboradores que tiveram suspeita ou confirmação de infecção foram imediatamente afastados e receberam o acompanhamento médico imediato.

“Não houve caso de transmissão dentro do ambiente de trabalho na Bioxxi. Chegamos a essa conclusão, pois casos secundários não foram identificados no ambiente de trabalho. Os casos posteriores não tiveram relação geográfica nem temporal com outros casos”, afirma Edimilson Migowski.

Segundo o Dr. Edimilson Migowski, felizmente não houve óbitos na Bioxxi. A empresa possui mais de oitocentos funcionários e teve apenas um caso de internação grave.



Website: https://bioxxi.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp