31/05/2021 às 09h14min - Atualizada em 31/05/2021 às 11h21min

Quero Educação se aproxima da marca de 1 milhão de alunos captados

Empresa utiliza soluções tecnológicas para oferecer melhores condições a estudantes de todo o país em instituições privadas de ensino superior

DINO


De acordo com o Censo da Educação Superior 2018, naquele ano foram oferecidas mais de 13 milhões de vagas nas modalidades presencial e à distância no Brasil, mas apenas 3 milhões foram preenchidas. Logo, a cada quatro vagas, três ficaram ociosas. Com isso, fica evidente que é preciso encontrar formas de democratizar a entrada de estudantes no ensino superior no país.

Essa é a missão da Quero Educação, empresa que utiliza soluções em tecnologia para facilitar o acesso dos alunos a universidades e faculdades particulares. O objetivo é permitir que milhões de brasileiros possam comparar instituições, cursos e escolas, fazer a matrícula e pagar o menor preço de forma on-line.

O projeto foi lançado em 2011. Desde então, mais de 850 mil alunos realizaram a matrícula em instituições de ensino no Brasil por meio da plataforma Quero Bolsa. Além disso, a empresa conta com mais de 10 mil instituições parceiras na plataforma e no site Melhor Escola, que oferece bolsas no ensino básico.

As soluções da Quero Educação trazem comodidade e permitem que o aluno faça o vestibular, envie documentos e assine o contrato na mesma plataforma on-line. Ao todo, o perfil médio do público é formado por mulheres (59%), das classes B, C e D, com 25 anos, que já atuam no mercado de trabalho e pagam a própria mensalidade.

"Nosso trabalho tem três pilares fundamentais: informação, preço e conveniência. Queremos oferecer as melhores condições para que estudantes possam escolher os melhores cursos e instituições, com uma mensalidade que caiba no seu bolso e processos digitais que agilizam a burocracia do processo seletivo", explica Marcelo Lima, Diretor de Relações Institucionais de Marketing da Quero Educação.

Além das soluções próprias, a Quero Educação adquiriu a operação da QuinStreet no Brasil e, por conta disso, realiza trabalho de inbound marketing nos sites Guia da Carreira, EAD.com.br e Mundo Vestibular. A empresa também adquiriu o site Melhor Escola e realiza o mesmo serviço de conectar estudantes e instituições de ensino na Educação Básica.

Ideia nasceu de proposta para reunir ex-alunos do ITA

A Quero Educação nasceu com o propósito de facilitar o acesso à educação superior no Brasil. Contudo, o projeto inicial era bem diferente. Ex-alunos do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) queriam desenvolver uma plataforma que reunisse antigos alunos com a instituição. Em 2010, nascia a RedeAlumni.

O potencial que esse projeto despertou fez os fundadores, no mesmo ano, mudarem o foco da plataforma. Naquele momento, queriam recrutar novos alunos no sistema member-get-member, ou seja, em um sistema de indicação. Era criado o Captavest, que recebeu seu primeiro aporte logo no ano seguinte, em 2011.

A ideia também se revelou bem-sucedida e necessitava expansão Foi quando surgiu a proposta do Quero Bolsa, que rapidamente se transformou no marketplace educacional do Brasil, conectando estudantes de todo o país a instituições privadas de ensino superior. Em 2012, o foco da empresa já estava integralmente nesse novo produto.

"Nascemos com um DNA de startup, buscando soluções e serviços totalmente digitais para resolver um problema crônico do sistema educacional brasileiro: o acesso de mais pessoas ao ensino superior por meio da gestão mais eficiente no recrutamento", conclui Marcelo Lima.

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp