29/06/2021 às 16h49min - Atualizada em 30/06/2021 às 00h00min

Perda de dentes: uma realidade para 34 milhões de brasileiros

Democratização do implante dentário é necessária para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, já que muitas não podem pagar pelo procedimento.

DINO
http://www.maisdental.com


A perda de dentes é uma realidade para muitos brasileiros. Para 34 milhões, mais precisamente. É o que aponta a Pesquisa Nacional de Saúde feita pelo IBGE, divulgada em 2020. Mais dramático ainda foi quando os mesmos pesquisadores constataram que 14 milhões de brasileiros perderam todos os dentes.

Mesmo já sendo alarmantes, as estatísticas pioraram em virtude da pandemia do novo coronavírus, a ponto de a Federação Dentária Internacional (FDI) classificar o momento como um "desastre odontológico".
Entre os fatores responsáveis pela deterioração da saúde bucal do brasileiro durante a pandemia estão a má alimentação, a negligência com a escovação dos dentes e o estresse.

"O estresse pode causar, por exemplo, o bruxismo, uma condição que estamos vendo aumentar bastante em crianças, adolescentes e adultos. O bruxismo - que é o ranger ou bater de dentes - pode levar ao desgaste e até mesmo à perda de dentes", ressalta a odontopediatra e gerente de Credenciamento da MaisDental.com, Danuza Heluy, que complementa: "Também observamos que, durante a pandemia, muitos pacientes têm receio de ir ao consultório do dentista por medo de contrair a Covid-19, um fato grave quando sabemos que a ida regular ao dentista previne doenças bucais e possibilita a reabilitação oral, além de representar risco quase nulo de transmissão, já que os odontologistas utilizam equipamentos de biossegurança e tomam medidas que impossibilitam a transmissão do vírus".

Democratização do implante dentário é necessária

A perda de dentes tem se configurado como uma questão importante de saúde. "Vemos cada vez mais pacientes perdendo um ou mais dentes. Em quase 40 anos de carreira como dentista, nunca vi um volume tão alto de pessoas que necessitassem repor os dentes. Isso é grave, porque vai além da saúde bucal. Esses pacientes perdem a autoestima, a capacidade de mastigar, de sorrir, têm receio de conviver socialmente", relata o presidente da Academia Brasileira de Odontologia (AcBO), membro da Academia Americana de

Implantodontia e um dos precursores da implantologia no Brasil, Mario Groisman.
Embora a prótese removível seja a mais comum para a reposição de dentes - por ser mais acessível financeiramente -, não é a mais indicada. "A dentadura não dá estabilidade, não dá retenção, não permite mordida mastigatória e ainda colabora com a perda da estrutura óssea do paciente", frisa Groisman.

Diferente disso, o implante dentário traz inúmeras vantagens, como uma excelente fixação, preservação do osso e dos dentes vizinhos e melhor estética (a coroa dentária é uma cópia fiel do dente original). "Por várias razões, o implante permite uma melhora de qualidade de vida. Por exemplo, preserva os tecidos. Imagine que, se o paciente perde um dente da frente, a única alternativa que ele tem para colocar um dente suspenso é desgastando os outros dois dentes laterais ao que foi perdido. Com o implante, você preserva a estrutura do esmalte dos dentes vizinhos", explica o implantodontista.

No entanto, o implante ainda não é uma opção para muitos brasileiros por causa do preço. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Médica, Odontológica e Hospitalar (Abimo), cerca de 800 mil implantes são colocados anualmente no Brasil, um número baixo quando comparado ao universo de 14 milhões de brasileiros que perderam todos os dentes.

Para mudar essa realidade, a empresa carioca MaisDental.com procurou quem é referência em implantologia no Brasil, Mario Groisman, para elaborar um plano odontológico que permitisse o acesso de mais pessoas ao implante. O plano teria de incluir os procedimentos prévios necessários ao procedimento (como tomografia e enxerto ósseo), o implante em si e todos os serviços necessários para manter a saúde bucal do paciente. Tudo isso a um valor mensal que fosse acessível para boa parte da população.

"Acho que essa iniciativa é um marco, traz uma mudança tremenda de paradigma, que permite que a gente possa oferecer esse produto, que era altamente custoso, para um paciente que, no futuro, poderá evitar a necessidade de outros implantes", comemora Mario.

Com a disponibilidade do plano, a empresa carioca se soma ao esforço de democratização do acesso ao implante dentário, iniciativa imprescindível para melhorar a qualidade de vida de pessoas que perderam um ou mais dentes.




Website: http://www.maisdental.com
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp