06/08/2021 às 13h49min - Atualizada em 09/08/2021 às 00h00min

Scuola Montale volta às aulas em agosto seguindo protocolo sanitário

Medidas foram elaboradas pela equipe de infectologistas do HCFMUSP.

SALA DA NOTÍCIA Marcela Martinez
www.montale.com.br
divulgação
A volta às aulas presenciais na Scuola Eugenio Montale será possível com quase a totalidade dos alunos matriculados, pois a Montale sempre teve como um dos princípios o número reduzido de alunos em cada classe, e o espaço de cada sala é bastante amplo para que voltem todos, e mesmo assim, se mantenha o distanciamento recomendado pelas autoridades sanitárias e pelo protocolo da escola, elaborado pela equipe de infectologistas do HCFMUSP. “Todas as medidas, como a formação de “bolhas” por classe, uso obrigatório de máscaras, lavagem constante das mãos, aferição de temperatura da entrada, monitoramento de casos suspeitos, aviso a todas às famílias dos casos confirmados, afastamento do infectado e do grupo que teve contato próximo com ele, serão mantidas mesmo com o número maior de alunos em agosto”, informa a diretora pedagógica Brasil Vanessa Squassoni.

Ela acrescenta que há um aproveitamento de todas as salas maiores para colocar o número de carteiras suficientes, como se a integralidade de cada grupo voltasse. “Temos um contato estreito com as famílias dos nossos alunos, e a confiança dessas famílias na rigidez com que seguimos o protocolo e no número muito baixo de infectados desde o retorno parcial em novembro do ano passado, fez com que a grande maioria optasse pela volta presencial”.

Para Vanessa, o desafio de manter a oferta formativa, sem prejuízo de conteúdo ou de número de aulas, na mesma quantidade para quem vem presencial e para quem fica exclusivamente on-line foi bastante intenso. “O trabalho nesse sentido foi multiplicado. A equipe gestora e os professores, verdadeiros heróis e heroínas, fizeram “do limão uma limonada”. Hoje o maior desafio é na “ressocialização” dos alunos, na reintegração dos grupos que ficaram afastados fisicamente e emocionalmente de seus amigos, num período de muito medo e ansiedade coletiva. Antes de focarmos nos conteúdos e habilidades, vamos reestabelecer os vínculos afetivos entre alunos e professores. Grupos que têm esse vínculo, a união e o prazer de conviver com os pares, interagem e aprendem muito mais”.

A diretora ressalta que, no primeiro semestre, a Scuola Montale priorizou o retorno presencial para alunos da Infância e Primária, por questões de pouca adaptação dos mais novos ao ensino on-line, e pela menor autonomia dos alunos em fase de alfabetização. “Dentro dos 35% de alunos permitidos na escola, estes eram desses dois segmentos. Para os alunos do Ensino Fundamental II e Médio, a oferta formativa continuou exclusivamente on-line”.

De acordo com Vanessa, o número de famílias que ao longo do primeiro semestre foram optando pela volta presencial só aumentou devido á vacinação antecipada dos professores e profissionais da educação. “Todos que puderam optar pelo retorno presencial assim o fizeram. Sem dúvida a vacinação trouxe maior serenidade para optar pela volta”.

A diretora conta que foram poucos casos de covid na escola, bem pontuais em cada grupo. “Tivemos apenas um surto, com mais de dois casos, na Infância, ainda no final do ano passado, demonstrando assim que, estatisticamente, a escola é um lugar seguro”.

Vanessa explica que tanto a confiança no protocolo e no cumprimento dele, quanto a vacinação para todos os profissionais da educação, a comunicação constante e transparente entre escola e famílias, a responsabilidade coletiva pela segurança das crianças, o baixo número de contaminados, a manutenção do distanciamento e das “bolhas”, o uso dos equipamentos adequados para a preservação da higiene pessoal e dos locais de uso coletivo, foi aumentando a confiança dos pais no retorno presencial. “Para agosto, somente as famílias que possuem algum impedimento médico, permanecerão on-line”, finaliza.


Sobre a Eugenio Montale

A Eugenio Montale é a Escola Internacional Italiana localizada no Morumbi, em São Paulo. É reconhecida como paritária pelo Governo Italiano, o que possibilita a obtenção de um diploma válido em toda Europa, além do diploma brasileiro. Oferece disciplinas da área de humanas aliadas às científicas, que permitem a formação de alunos com uma visão multicultural e internacional. Dedica-se à Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Cursos de Língua e Cultura italiana. Foi fundada em 1982 e sempre esteve comprometida com uma pedagogia de base filosófica humanista, acreditando no potencial transformador do ser humano.

Conta com gestão participativa, tal qual se deu em sua criação. Trata-se de uma associação sem fins lucrativos, regida por Sócios Beneméritos e por sócios Contribuintes (responsáveis financeiros dos alunos), que integram um Comitê de Gerenciamento de forma paritária. Essa forma de gestão permite, por um lado, garantir a longevidade da instituição e, por outro, manter viva a qualidade de ensino.

Promove um ambiente multicultural e diversificado em conformidade com as exigências atuais de uma escola internacional. Sua proposta é de oferecer uma alternativa às escolas já existentes em São Paulo, com ênfase no currículo italiano aliado ao brasileiro. Seu foco é a formação de alunos com uma visão ampla, inovadora e internacional.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp