11/10/2019 às 09h42min - Atualizada em 11/10/2019 às 09h51min

Nova diretoria da FAPE/DF estabelece diretrizes para melhorar o setor

Bem aceitas pelo governo do Distrito Federal, metas visam tornar os produtores da região mais competitivos

DINO
http://www.fapedf.org.br

Regularização fundiária das terras, diminuição dos valores das taxas ambientais e redução da burocracia na análise das licenças ambientais, equidade de tributos com os estados vizinhos, revitalização da Granja do Torto e estrutura pública de estradas asfaltadas até as escolas rurais. Esses são os principais pontos defendidos pela nova diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape/DF), que tomou posse em recentemente solenidade na Granja do Torto, em Brasília.

À frente dessas diretrizes estão Fernando Cezar Ribeiro (Presidente), Rogério Tokarski (1º Vice-presidente), Alexandre Cenci (2º Vice-presidente), Cecin Sarkis Simão (Diretor administrativo), Donisete Mariano da Costa (Diretor financeiro), Rodrigo Hermeto Dolabella (diretor de relações sindicais) Cícero Clemente de Freitas (Diretor secretário) e Carlos Alberto Quaresma (Tesoureiro), entre outros. "Nossas metas são muito claras. Vamos lutar para que os produtores e legítimos ocupantes possam ter a sua escritura, porque temos uma dívida enorme com eles, principalmente com os pioneiros, que conseguiram transformar o quadrilátero do DF em terras produtivas e férteis. Precisamos ser competitivos e por isso a equidade de impostos é fundamental. Além disso, apoiamos a criação do Instituto Granja do Torto, um instrumento fantástico para trazer novos eventos para cá. Nossa ideia é trazer projetos, tecnologia, transformar isso aqui em uma vitrine de gestão e pecuária para o país", afirmou o novo presidente.

As novas metas são bem aceitas em vários setores do Governo do Distrito Federal (GDF). "A gente acredita que em breve vivenciaremos uma realidade diferente e mais condizente com o que a nossa capital e o nosso agronegócio merece", ressaltou Resende. "Sou filha de pecuarista, meu pai foi criador de nelores, então eu sei a força da agricultura e pecuária. Não é fácil atuar e conquistar a posição que nosso país conquistou no agronegócio. Somos ponta de lança neste setor e queremos atuar com a Fape. Temos hoje uma nova Brasília, um novo governo e uma nova Câmara Legislativa. Estamos no momento certo, com as pessoas certas para fazer as mudanças que a nossa cidade necessita", destacou a secretária de Turismo Vanessa Chaves.

De acordo com o secretário de Governo, José Humberto, um dos objetivos do GDF é fortalecer o agronegócio e destacou a importância da presença de representantes de órgãos relevantes como Wilder Santos, da Central de Abastecimento (Ceasa-DF); Willian Barbosa, superintendente Federal de Agricultura (SFA), que representou o Ministério da Agricultura (Mapa); Leonardo Mundim, o diretor de Regularização Fundiária da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap); além de diretores e representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do DF (Senar-DF), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do DF (Crea-DF), Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Organização das Cooperativas do Distrito Federal (OCDF), Banco de Brasília (BRB), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF); que compareceram à cerimônia de posse da nova diretoria, demonstrando seu apoio. "Todo o governo está à disposição da Fape para ajudar nessa caminhada", declarou o secretário.



Website: http://www.fapedf.org.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp