24/01/2022 às 12h05min - Atualizada em 24/01/2022 às 13h20min

Isolamento de cabos elétricos com mangueira anti-chamas pode prevenir incêndio

A proteção de condutores com a mangueira anti-chamas inibe os riscos de acidentes e ajuda a evitar consequências catastróficas.

DINO
http://maxxflex.com.br/


Superaquecimento de condutores, curto circuitos e sobrecarga de energia estão entre as principais causas de incêndio ligados a correntes elétricas. Dentro de empresas, a falta de proteção adequada (como o uso de mangueiras anti-chamas) contra estes riscos pode oferecer uma ameaça direta aos trabalhadores, além de gerar prejuízos astronômicos.

Segundo um levantamento feito pelo Instituto Ipsos, encomendado pelo Instituto Sprinkler Brasil (ISB) em 2019, entre as 300 grandes companhias atuantes no Brasil, com mais de 250 funcionários, 77% assumem que o risco de incêndio é uma preocupação importante, contudo, 34% alegam não ter orçamento para investir em proteção.

De acordo com o CEO da Maxxflex, fabricante de mangueiras e mangotes de borracha, o primeiro passo para a segurança pode ser mais simples do que se imagina. "É importante adquirir mangueiras que suportam até 80ºC, com tubo de borracha sintética, reforçadas por lonas têxteis e com revestimento de fibra de vidro e borracha anti-chama na cobertura", conta Daniel Rodriguez.

A mangueira anti-chama está presente em indústrias que lidam constantemente com fatores ou produtos de risco, laboratórios químicos e até mesmo em estruturas como saídas de emergência. O material não conduz eletricidade, impede a propagação do fogo e pode tolerar substâncias agressivas e inflamáveis.

Já a fibra de vidro é flexível e pode ser composta por polímeros e pequenos filamentos de vidro. "A fibra é maleável e resistente a impactos, além de também não conduzir eletricidade, o que a torna ideal na aplicação de mangueiras para isolamento de cabos elétricos", explica Rodriguez, responsável pela empresa especializada em mangueiras para refrigeração, isolamento e proteção de cabos elétricos.

A proteção dos cabos elétricos deve seguir as normas estabelecidas pela ABNT, que ressalta a exigência de mangueiras anti-chamas para proteção, além da preocupação em não utilizar materiais que exalem fumaça tóxica durante contato com fogo. Por isso, além da preocupação com o isolamento dos condutores de energia, também é necessário assegurar que o material tenha qualidade comprovada.

Segundo a Maxxflex, é preciso ter em mente que uma mangueira de qualidade deve ser leve, flexível e resistente à abrasão, raios ultravioletas, ozônio e altas temperaturas. "Escolher adequadamente como isolar cabos elétricos pode fazer toda a diferença para uma empresa e para vida de muitas pessoas", finaliza Daniel Rodriguez.



Website: http://maxxflex.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp