28/01/2022 às 18h06min - Atualizada em 29/01/2022 às 00h00min

Mais de 50% da indústria investe na venda direta por meio de uma loja virtual

Empresas acreditam que e-commerce é um canal de vendas positivo

DINO
https://www.tulipababy.com.br/


De acordo com pesquisa da empresa Híbrido, especializada no desenvolvimento de lojas eletrônicas, em parceria com o E-Commerce Brasil, com o avanço do digital, algumas corporações consideram o comércio eletrônico como um bom canal de vendas, fazendo com que a marca fique mais visível, acessível e fiel ao consumidor.

Além disso, para mais de 37,9% das indústrias que realizam D2C, a relação é boa ou muito boa, em conjunto com 34,5% que acreditam que seja "regular" - o que mostra uma velocidade elevada na aceitação do relacionamento industrial com canais em relação às vendas on-line. O levantamento também aponta que o relacionamento com outros canais também é bom - para 44,8% é positivo e para 10,3%, apenas, é negativo.

Setor de serviços avança 2,4% em novembro após queda

Ainda sobre o setor de vendas, no qual podem ser encontrados móveis para bebê, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada em janeiro deste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o segmento de serviços avançou 2,4% na passagem do mês de outubro para novembro de 2021, após dois meses de números negativos, recuperando-se da perda acumulada de 2,2%. Com o número alcançado em novembro do ano passado, o setor permaneceu 4,5% acima em relação ao patamar pré-pandemia da Covid-19, mostrado em fevereiro de 2020, mas 7,3% abaixo do recorde de novembro de 2014.

Para Rodrigo Lobo, gerente da pesquisa, a recuperação de novembro coloca o setor no patamar mais alto dos últimos seis anos - o mesmo número de dezembro de 2015. "Das últimas 18 informações divulgadas, na comparação mês contra mês anterior, 15 foram positivas e 3 foram negativas: março, devido à segunda onda de covid-19, e setembro e outubro, por conta de aumentos de preços em telecomunicações e passagens aéreas", diz por meio de nota.

Segundo o IBGE, quatro das cinco atividades analisadas cresceram em novembro, com destaque para os serviços de informação e comunicação (5,4%), recuperando a perda de 2,9% dos meses anteriores. "Nessa atividade, sobressai o setor de tecnologia da informação, principalmente os segmentos de portais, provedores de conteúdo e ferramentas de busca da internet; desenvolvimento e licenciamento de softwares e consultoria em tecnologia da informação", declara Rodrigo Lobo.

"Depois do período mais agudo da pandemia, a partir de junho de 2020, o setor mostrou rápida recuperação, acelerando o ritmo de crescimento das receitas. Essas informações positivas são em boa parte explicadas pelo dinamismo das empresas do setor de Tecnologia da Informação, que fornecem serviços para outras empresas", acrescenta.



Website: https://www.tulipababy.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp