14/10/2019 às 18h31min - Atualizada em 15/10/2019 às 00h00min

Impulsionado por desemprego, novo perfil de empreendedor ganha destaque no mercado

Crise econômica e as poucas oportunidades disponíveis no mercado puxam a alta de empreendedores na internet. Trade esportivo é uma das carreiras que mais crescem

DINO
https://br.netbet.com/

Baixo nível de atividade econômica, piora nas expectativas, PIB travado por incertezas, situação precária das contas públicas. Há tempos que se sabe que o cenário no Brasil é desestimulante para empreender. Mas é justamente nesse terreno cheio de dúvidas que proliferam micro e pequenos empreendimentos, formais e informais. São fontes alternativas de renda para expressivo número de desempregados, que atingiu 12,8 milhões de pessoas no segundo trimestre.

A expansão dos pequenos negócios montados com investimentos baixos, ou quase nenhum, contrasta com elevados índices de ociosidade nas empresas de porte médio e grande. Teme-se até que o PIB volte a apresentar resultados negativos.

Nessas circunstâncias, empreender é uma maneira de recomeçar a vida para muitas famílias brasileiras, e o novo governo está estimulando esta via.

No início deste mês entrou em vigor a chamada MP da liberdade econômica – medida provisória que busca diminuir a burocracia de pequenos negócios, e também das chamadas startups, empresas que investem em ideias inovadoras. Custos e exigências burocráticas emperram negócios. Outro avanço importante é a eliminação da exigência de alvarás para empresas de baixo risco ao meio ambiente e à saúde pública.

Nos primeiros quatro meses deste ano a Receita Federal registrou no país 414 mil novos micro e pequenos empreendimentos optantes pelo Simples Nacional (regime tributário simplificado). A expectativa do mercado é de que serão criadas 1,5 milhão de empresas em 2019 - considerando os microempreendedores individuais, as microempresas e as empresas de pequeno porte.

Essa projeção reforça o papel do empreendedorismo na economia nacional, no entanto a sustentação desses negócios ao longo do tempo causa muita incerteza. É fundamental a aceleração da reforma da Previdência para ajudar a melhorar a confiança nos rumos da economia. Outra vertente que tem servido como sustento e, muitas vezes como independência de cidadãos brasileiros, é o mercado de apostas esportivas.

Ao contrário do que se pensa, não se trata apenas de contar com a sorte para lucrar. O especialista no ramo, chamado de trader esportivo, deve se preparar. Para ter sucesso, este profissional precisa reunir qualidades semelhantes dos chamados traders financeiros, ou operadores da bolsa de valores. Ambas as funções são unidas por diversos pontos, especialmente a capacidade analítica dos seus profissionais.

Trader esportivo x trader financeiro – diferenças e semelhanças

A exemplo dos operadores do mercado financeiro, que compram e vendem ações, os traders esportivos trabalham com compra e venda de possibilidades (odds) de um resultado em uma partida de determinada modalidade esportiva. O trading esportivo é popular sobretudo entre os apreciadores de jogos de cassino online, já que também há muita estatística e algum risco envolvidos.

A grande vantagem deste investimento ainda relativamente desconhecido é que, enquanto uma ação da bolsa de valores pode demorar meses ou anos para tornar-se lucrativa, é possível lucrar com o trading esportivo em poucas horas. Por exemplo: caso o investidor opte por apostar no futebol e vencer, ele poderá obter lucro ao final dos 90 minutos da partida. Outra vantagem é que o trader pode modificar suas estratégias ao longo das partidas, o que permite comprar e vender odds durante um jogo, corrigindo uma possível falha de leitura prévia do cenário.

Num momento de crise econômica, é importante ressaltar que o trader esportivo não precisa de um alto investimento inicial. Tudo o que ele precisa é um conhecimento aprofundado sobre a modalidade, atletas e equipes nos quais ele aposta, além de algum conhecimento a respeito de estatística, probabilidades e mercado financeiro, informações que estão disponíveis gratuitamente na internet.

Munido destes dados, o trader pode começar investindo um pequeno valor, multiplicando-o e fazendo apostas cada vez maiores. Para facilitar a entrada dos novos apostadores, as casas de apostas costumam oferecer bônus para quem faz seu primeiro depósito.

Planejamento e conformidade com as leis locais

O trading é um trabalho analítico e meticuloso. Portanto, por mais que não exija um investimento considerável, exige planejamento. Além de estudar modalidades, equipes e atletas, trabalho que deve ser contínuo para estar sempre por dentro das principais probabilidades, é preciso escolher qual será a plataforma usada como apoio.

Assim como no caso de jogos de cassino, o trading esportivo pode ser praticado online, em sites especializados. É importante que o site escolhido esteja hospedado em outro país, já que a legislação brasileira veta os estabelecimentos especializados em território nacional, o que está prestes a ser modificado. O governo federal inclusive já trabalha na redação do decreto que irá estabelecer as normas e o regime de tributação.

Por fim, é importante declarar os valores obtidos à Receita Federal. Com o dinheiro devidamente legalizado, o trader evita problemas com as autoridades. Dessa forma, a renda recebida por meio das apostas esportivas deve ser incluída na Declaração Anual de Imposto de Renda, apenas em caso de saque do dinheiro para a sua carteira virtual ou conta bancária. A declaração do ganho de capital fica dispensada caso os ganhos permaneçam na sua conta da bolsa esportiva.



Website: https://br.netbet.com/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp