08/03/2022 às 20h44min - Atualizada em 09/03/2022 às 00h20min

À medida que aumentam os ataques por drones, uma abordagem multifacetada é crucial para combater novas e emergentes ameaças

Novo documento da Teledyne FLIR Defense ressalta que soluções de combate a drones devem ser modulares, interoperáveis e econômicas para combater os riscos cada vez maiores impostos por atores estaduais e não estaduais.

DINO


ve Em um novo documento, a Teledyne FLIR Defense, parte da Teledyne Technologies Incorporated (NYSE:TDY), ressalta que uma abordagem multifacetada, incorporando arquiteturas comuns e o compartilhamento de informações entre outros imperativos, é necessária para abordar a ameaçaàvida eàpropriedade imposta pelo uso armado de pequenos Sistemas Aéreos não Tripulados (Unmanned Aerial Systems, sUAS).

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20220308005271/pt/

A new whitepaper from Teledyne FLIR Defense, ‘The Big Problem with Small Drones (and How to Address It),’ examines how governments worldwide face a growing need for flexible, tailorable, and affordable counter-drone solutions. It looks at current C-UAS strategy, identifies key challenges, and outlines the critical capabilities and factors decision-makers should consider. (Graphic: Business Wire)

A new whitepaper from Teledyne FLIR Defense, ‘The Big Problem with Small Drones (and How to Address It),’ examines how governments worldwide face a growing need for flexible, tailorable, and affordable counter-drone solutions. It looks at current C-UAS strategy, identifies key challenges, and outlines the critical capabilities and factors decision-makers should consider. (Graphic: Business Wire)

A new whitepaper from Teledyne FLIR Defense, ‘The Big Problem with Small Drones (and How to Address It),’ examines how governments worldwide face a growing need for flexible, tailorable, and affordable counter-drone solutions. It looks at current C-UAS strategy, identifies key challenges, and outlines the critical capabilities and factors decision-makers should consider. (Graphic: Business Wire)

Em janeiro, atores não estatais do Iêmen utilizaram pequenos sistemas aéreos não tripulados para lançar ataques assassinos nos Emirados Árabes Unidos que destruíram três veículos de reabastecimento e danificaram o aeroporto internacional de Abu Dhabi. Outros incidentes com drone na região do Golfo Pérsico inclui um ataqueàmaior instalação de processamento de petróleo do mundo na Arábia Saudita em 2019.

O documento “The Big Problem with Small Drones (and How to Address it) (O grande problema com pequenos drones (e como abordá-lo))” examina como governos no mundo todo enfrentam uma necessidade crescente de soluções Counter-sUAS (C-sUAS) flexíveis, customizadas e econômicas. O documento observa a atual estratégia C-sUAS, identifica desafios-chaves e descreve capacidades críticas que os governos devem considerar.

“Não existe nenhuma ‘bala de prata’ quando se trata de combater os enormes riscos decorrentes de drones armados na posse de maus atores”, disse o Dr. David Cullin, vice-presidente e gerente geral da Unmanned and Integrated Solutions da Teledyne FLIR Defense. “O que aprendemos é que os governos devem abordar em conjunto uma série de desafios para otimizar sua prontidão de defesa no caso de ataques de UAS.

“Nações em todo o mundo estão gastando milhões de dólares em soluções de combate a drone desenvolvidas comercialmente para abordar riscos imediatos decorrentes dessas ameaças. Porém, elas precisam abordar o problema de forma inteligente, levando em conta a perspectiva tecnológica como também a perspectiva econômica. Nosso novo documento oferece vários insights da nossa equipe de especialistas”, acrescenta Cullin.

Achados importantes incluem:

  • Atores estatais e não estatais estão contratando cada vez mais a força militar - e drones de padrão de consumidor para atacar pessoal, instalações e importantes infraestruturas
  • As soluções de combate a drones devem ser econômicas, potencializando tecnologias existentes através de arquiteturas eletrônicas comuns e interfaces padrão para assegurar uma rápida integração nas atualizações de hardware e software
  • As soluções devem ser modulares, interoperáveis e de vários domínios; facilmente transportáveis; e capazes de detectar enxames de drones.
  • C-sUAS modernos devem ser capazes de operar em ambientes disputados onde a habilidade de encontrar, rastrear, combater e acessar ameaças pode ser interrompida por capacidades de warfare eletrônico de adversários.
  • Os sistemas C-sUAS atuais e futuros devem ser flexíveis quanto ao uso de contramedidas de hard kill (cinética) e soft kill (não cinética), permitindo que eles operem em qualquer lugar do mundo de acordo com restrições e regulamentos de combate locais.

Como o documento resume, “A ameaça de pequenos drones em mãos erradas promete continuar sendo significativa para tomadores de decisão governamentais e militaresàmedida que eles buscam defender unidades de destaque, aeroportos, redes energéticas e outras infraestruturas importantes. Apenas a implantação de soluções C-sUAS maduras, flexíveis e econômicas fornecerão os níveis requeridos de proteção já que essa ameaça continua a evoluir em um certo ritmo”.

Sobre a Teledyne FLIR

A Teledyne FLIR, uma empresa Teledyne Technologies, é uma líder mundial em soluções inteligentes de detecção, sistemas não tripulados e soluções integradas para os mercados de defesa e industriais com aproximadamente 4.000 funcionários mundialmente. Fundada em 1978, a empresa desenvolve uma ampla gama de tecnologias avançadas para ajudar profissionais a tomar decisões melhores e mais rápidas que salvam vidas e meios de subsistência. Para saber mais, acesse teledyneflir.com ou siga @flir. #AnyThreatAnywhere

Sobre a Teledyne Technologies

A Teledyne Technologies, Inc., é uma fornecedora líder de instrumentação sofisticada, produtos e software de imagem digital, eletrônicos aeroespaciais e de defesa, e sistemas de engenharia. As operações da Teledyne estão localizadas principalmente nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e oeste e norte da Europa. Para mais informações acesse o site da Teledyne em www.teledyne.com.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Joe Ailinger, Jr.

Teledyne FLIR Defense

+1 781-801-6161

[email protected]

Ryan Williams

Targeted Victory

+1 617-697-9072

[email protected]

Para perguntas da mídia no Golfo Pérsico:

Adam DeAngelis

Teledyne FLIR Defense

+1 503-830-3826

[email protected]


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp