31/03/2022 às 12h54min - Atualizada em 02/04/2022 às 00h10min

MAIS DE 90% DOS JOVENS SONHAM EM CONQUISTAR A CASA PRÓPRIA

Pesquisa QuintoAndar/Datafolha indica que maioria quer sair das casas dos pais, mas não pretende pagar aluguel. Creci-Regional Campinas indica que 26% dos imóveis no município são adquiridos por consumidores com até 30 anos de idade

SALA DA NOTÍCIA MXP Comunicação Ltda
Foto: divulgação
A conquista da casa própria é prioridade para 91% dos jovens brasileiros entre 21 e 24 anos de idade. É o que revela a pesquisa inédita encomendada pela plataforma QuintoAndar e realizada pelo instituto Datafolha em todas as regiões do País. Esta tendência se confirma regionalmente por um levantamento realizado pelo Creci-Regional Campinas: dos imóveis comercializados no município paulista, entre 25% e 26% são adquiridos por consumidores com até 30 anos de idade.

Delegado do Creci-Regional Campinas, José Carlos Sioto observa que, apesar do índice já expressivo, há um crescimento do público jovem interessado na compra de um imóvel pronto ou em construir uma casa para morar. “Para sair da casa dos pais, o jovem tem optado por imóveis de médio e baixo padrão em faixas mais econômicas”, afirma. “Esta é uma condição que, sem dúvida, mostra um comportamento mais consciente deste consumidor quanto ao investimento de seus recursos financeiros”, completa.

A pesquisa nacional do QuintoAndar/Datafolha, que ouviu 3.186 pessoas com idade a partir de 21 anos nas cinco regiões do Brasil, indica que o desejo da casa própria está presente em 92% dos jovens das classes D e E e interessa a 88% da classe C, a 80% da classe B e a 70% da classe A. Em uma escala de 0 a 10, a nota média dada para a importância do imóvel próprio fica em 9.7, a mesma pontuação atribuída à profissão.

Com um conceito de bairro planejado, o Bela Aliança Bairro & Parque ocupa uma área de um milhão de metros quadrados na região do Campo Grande, em Campinas, totalizando 1.715 lotes residenciais (o padrão tem 250 m2) e 129 comerciais. Do total de compradores, cerca de 30% têm menos de 30 anos de idade, destaca Junior Cabrino, sócio-presidente da Montana Urbanismo, que juntamente com a Montante Urbanismo responde pelo empreendimento. “Este é mais um dado importante que vem para confirmar a opção do jovem pela compra de um imóvel como alternativa para sair do aluguel”, diz.

Segundo Cabrino, a decisão pelo investimento imobiliário vem acompanhada da valorização de um estilo de vida. “No caso do Bela Aliança, quem se interessa em construir uma casa para morar está preocupado em conforto que, neste caso, inclui um espaço reservado para home office”, indica. “Este consumidor também está em busca de segurança em um bairro que ofereça locais de convivência, estrutura para prática de esportes, áreas verdes e tudo mais que represente qualidade de vida.”

Além da localização privilegiada, o Bela Aliança, destaca Cabrino, atrai pelo conceito. “Nesta proposta de bairro aberto planejado, projetamos um hub de serviços essenciais no entorno em que não apenas o morador do loteamento, mas a vizinhança se serve de comodidades, como comércio diversificado, hipermercado, atacado, escolas, profissionais liberais, prestadores de serviço, o Hospital Bela Aliança e muito mais.”

“Se para 95% dos entrevistados na pesquisa QuintoAndar/Datafolha, a casa é apontada como o local favorito e onde 76% passam a maior parte do tempo, a conquista de um imóvel próprio representa a realização possível de um sonho”, finaliza Junior Cabrino.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp