22/10/2019 às 09h19min - Atualizada em 22/10/2019 às 09h42min

Studio 2 mostra que ambientes sustentáveis podem ser acessíveis e encantadores

Sala de Banho S Dois é exemplo que projeto ecologicamente correto pode sim resultar em um trabalho belíssimo

DINO
Com teto em bambu a Sala de Banho S Dois encanta quem por lá passa


Os arquitetos Alex Claver e Wilker Medeiros se jogaram de cabeça na última edição da CASACOR Brasília. Com o tema "Planeta Casa" o resultado é um projeto ecologicamente correto, agradável e elegante. A Sala de Banho S Dois, assinada pela dupla, mostrou que ambientes sustentáveis podem e devem ser bonitos e chiques sem abrir mão da modernidade. Com a atual situação ambiental no mundo não há dúvida que buscar a sustentabilidade é questão de sobrevivência e a Mostra exibiu propostas arrojadas respeitando todos os recursos naturais.

Na arquitetura e interiores quando se trata de preservar o meio ambiente, a palavra de ordem tem de ser equilíbrio aliada à consciência ambiental e respeito. A consequência dessas ações é o surgimento diário de trabalhos inovadores e totalmente aplicáveis aos mais diversos perfis de clientes. Para o Studio 2 é impossível trabalhar sem levar em consideração a atual condição do planeta. "É nosso papel orientar os clientes sobre esse momento. Pensando na diminuição do consumo energético, por exemplo, hoje nossos projetos de iluminação são 100% em Led", declara o escritório.

A Sala de Banho S Dois resulta das experiências pessoais do Studio após viagem que fizeram a Tulum, litoral Mexicano, Segundo eles, se tornou quase impossível ignorarem a inspiração incrível do local. No ambiente é possível observar o uso da Lyptus (madeira de reflorestamento extraída a partir de árvores plantadas), matéria-prima da porta e o bambu, revestimento do teto, como destaques ecologicamente corretos do espaço. "Quando fazemos uso de algo em madeira (mobiliário, estrutura, portas), sempre nos preocupamos com a certificação da madeira e em trabalhar com empresas sérias que também tenham essa preocupação", explicam.

Outra maneira de destacar o bom uso do material base são as peças decorativas artesanais, que quase sempre aproveitam recursos que seriam descartados. "Percebemos uma movimentação no mercado da arquitetura de interiores onde existe um resgate à valorização do produto artesanal. Com peças exclusivas, que na maioria das vezes são sustentáveis, decidimos utilizar produtos de várias regiões do Brasil como forma de exaltação e preservação da nossa cultura, nossa história", concluem.

É consenso geral de que reduzir danos, buscar eficiência energética, uso econômico de água e diminuir o desperdício, só pode ser benéfico a todos os envolvidos. A 28ª CASACOR Brasília fica aberta ao público até esta terça-feira (22), na antiga Casa da Manchete localizada no Setor de Indústrias Gráficas (SIG) Quadra 1, número 975. Aos visitantes é permitida a entrada das 15h às 22h.

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp