29/04/2022 às 15h48min - Atualizada em 01/05/2022 às 00h10min

Dia Mundial da Medicina Veterinária: conheça o projeto da UniSul de proteção de animais silvestres

Iniciativa desenvolvida por alunos e professores da universidade conta com suporte do Projeto Tamar

SALA DA NOTÍCIA emilly moreira
https://estude.unisul.br/
Alunos e professores do projeto de extensão GOPAS / Fonte: Professor Francis Pazini
No dia 30 de abril comemora-se o dia mundial da Medicina Veterinária, a data homenageia profissionais responsáveis por cuidar da saúde e bem-estar dos animais, além de exercerem atividades relacionadas a pecuária, vigilância sanitária e perícia técnica. Na UniSul, integrante do Ecossistema Ânima, alunos e professores do curso de Medicina Veterinária contribuem com a profissão e com a comunidade por meio do projeto de extensão GOPAS (Grupo de Orientação e Proteção de Animais Silvestres).
A iniciativa, criada em 2020, e que conta com o auxílio e suporte do projeto Tamar, reconhecido internacionalmente como uma das mais bem-sucedidas experiências de conservação marinha, consiste em realizar ações e atividades educativas em Florianópolis com o intuito de informar e conscientizar sobre os cuidados com animais silvestres que vivem na região.
O trabalho de orientação acontece por meio de palestras em escolas, conversa com moradores em praças e parques da cidade e via internet, nas redes sociais.  “O projeto nasceu a partir do curso de Medicina Veterinária da UniSul e da ideia de combater a desinformação sobre os animais silvestres que convivem conosco. A ideia é conscientizar por meio de conteúdo educativo”, explica o professor e coordenador do projeto Francis Pazini.
O GOPAS conta com cerca de 200 alunos, o projeto já realizou 20 ações educativas, sendo 14 deles em escolas de Florianópolis, 4 em parques e 2 em praças, alcançando mais de 2 mil pessoas. Os animais utilizados para orientação e atividades são de alunos que possuem documentação e aprovação do Ibama.
Colaborar com a preservação
Além de orientar a população de como identificar e tratar um animal silvestre, o coordenador do projeto também alerta sobre tráfico desses animais. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o tráfico de animais silvestres provoca a retirada de mais de 38 milhões de exemplares das florestas e matas, sendo 4 milhões desses animais comercializados ilegalmente.
“O tráfico de animais silvestres é crime e infelizmente muitas dessas vendas ilegais acontecem dentro do nosso país. Nosso trabalho como profissionais que zelam pela saúde animal, e especialmente do GOPAS, é a busca pela preservação da natureza em seu habitat natural”, pontua Francis.
Atualmente o GOPAS tem desenvolvido uma pesquisa de campo sobre as corujas buraqueira (Athene cunicularia) onde buscam entender se a atividade turística de Florianópolis tem influenciado na migração desses animais.
Participação dos alunos
A aluna do curso de Medicina Veterinária, e integrante do GOPAS, Camilla Paes relata sua experiencia com o projeto. “O GOPAS tem ampliado meus horizontes em relação a busca e transmissão de conhecimento de uma forma acessível ao público geral, principalmente para as crianças e jovens, via redes sociais e ações em escolas. Além disso, tem me ensinado a trabalhar em equipe e desenvolver habilidades de comunicação”, afirma.
Para mais informações sobre a pesquisa e o projeto GOPAS e suas atividades educacionais, acesse o site: https://gopas.com.br/
Sobre a UniSul
Com 57 anos de história, a UniSul, integrante do Ecossistema Ânima Educação desde 2021, conta com campi localizados em: Araranguá, Balneário Camboriú, Braço do Norte, Criciúma, Florianópolis-Centro, Florianópolis – Continente, Florianópolis –Ilha, Içara, Itajaí, Pedra Branca e Tubarão. A instituição tem seus cursos consagrados entre os melhores do Sul do Brasil, e também uma das marcas empresariais mais lembradas da região, obteve conceito máximo (5) na avaliação do Ministério da Educação (MEC). A universidade é a mais premiada pela ADVB catarinense – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil. Tem em seu portfólio 70 cursos de graduação, 60 de nível especialização, além de cinco cursos de Mestrado, nas seguintes áreas: Administração, Educação, Ciências Ambientais, Ciências da Saúde e Ciências da Linguagem, e quatro programas de Doutorado organizados pelas áreas de Administração, Educação, Ciências da Saúde e Ciências da Linguagem. A instituição possui a tradição de universidade empreendedora e participativa no próprio desenvolvimento de Santa Catarina – foi a primeira universidade de ensino superior a participar do planejamento pioneiro do estado em 1973.

Informações para imprensa:
Emilly Moreira | Sheila Oliveira
[email protected]
 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp