01/07/2022 às 16h33min - Atualizada em 02/07/2022 às 00h20min

Segurança dos funcionários é essencial para investigações de assédio em empresas

Arturo Vecchi, gerente de compliance da SKIC, um dos palestrantes de evento promovido pelo WFaria Advogados, destaca como as empresas devem proceder em relação ao compliance, a diversidade sexual e de raça, ao assédio moral e Burnout, e conduzir o tema das investigações internas

DINO
http://www.gpcom.com.br
Compliance


No contexto em que a participação dos funcionários em denunciar práticas inadequadas ganha relevância, é fundamental que as empresas deem condições de segurança a eles para fazerem denúncias internamente. A recomendação é do gerente de compliance da SKIC, Arturo Vecchi, e foi apresentada no seminário “Assédio Moral e Diversidade”, promovido pelo escritório de advocacia WFaria, na última sexta-feira (24/06). Com mais de 10 anos de atuação na área de compliance, Vecchi abordou as estratégias de compliance e como lidar internamente com questões como inclusão da diversidade sexual e de raça, assédio moral e Burnout, e investigações internas sobre casos de discriminação ou assédio relatados por vítimas.

“O primeiro papel do compliance é criar confiança junto aos funcionários, dar segurança para que eles relatem o que estão passando no ambiente de trabalho. Desta forma, os casos podem ser investigados e resolvidos internamente, evitando que passem para a esfera pública, pois é muito comum funcionários que não se sentem seguros no ambiente de trabalho externar seus casos em suas redes sociais, o que pode gerar um grande dano para a marca da empresa”, afirma Vecchi.

Para criar essa confiança e dar segurança aos funcionários, o compliance da SKIC adota diversas ações. Canais de comunicação interna, como o canal de denúncias, e a participação de todas as áreas da empresa nos comitês de diversidade e inclusão, são ações que geram resultados para o compliance. “É importante estar a par do dia a dia da empresa. Como os funcionários estão se sentindo, desde o profissional que acabou de entrar até o profissional com anos ou décadas de empresa. A participação de todas as áreas da empresa nas ações de inclusão da diversidade e de combate ao assédio, propostas pelo compliance, é muito importante. A realização dos comitês traz essa riqueza de detalhes, que pode ser muito bem aproveitada pelo compliance”, relata Vecchi.

Outra questão importante relacionada à inclusão da diversidade, e que pauta o trabalho do compliance, é a questão da cultura, tanto da empresa quanto dos funcionários. Vecchi afirma que o trabalho de inclusão da diversidade é bastante determinado pela cultura da empresa, que deve se tornar cada vez mais inclusiva, e também dos funcionários, que devem entender a importância da inclusão para pessoas que escolheram caminhos e opções diferentes daquelas que, anteriormente, eram vistos como o politicamente correto pela sociedade.

“Atuei por muitos anos como advogado e consultor externo nesta área, e vivenciei literalmente a ‘cultura comer a estratégia do compliance no café da manhã’. As pessoas fazem o que estão acostumadas a fazer culturalmente, pela educação que tiveram desde o berço. E essa transformação de cultura é necessária para o acolhimento da diversidade. Estar em ambientes que já são muito receptivos a essa mudança é extremamente positivo”, completa.

O “Assédio Moral e Diversidade” pode ser assistido na íntegra pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=qMFsuBXBKHs

A SKIC (Sigdo Koppers Ingieneria Y Construccion) é uma empresa de capital chileno da indústria da construção e montagem em larga escala, com operações também no Brasil, Peru e Colômbia. Desde a sua fundação, em 1960, participou de importantes projetos em sua área de atuação, que inclui engenharia, construção e montagem, gerenciamento de compras e transporte e logística local e internacional. A empresa tem uma vasta experiência em projetos de infraestrutura produtiva, que exige altos níveis de especialização, e tem capacidade de realizar trabalhos em áreas tão diversas quanto mineração, geração e transmissão, obras de energia, industriais, civis e de infraestrutura.

No Brasil, a empresa começou a atuar em 2016 e hoje conta com mais de 500 colaboradores diretos e indiretos.



Website: http://www.gpcom.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp