21/07/2022 às 18h06min - Atualizada em 22/07/2022 às 00h00min

Estudo randomizado controlado conclui que monitoramento de função cerebral Masimo SedLine® pode ajudar a orientar anestesia em crianças submetidas a pequenas cirurgias

Anestesiologistas usaram menos sevoflurano para manter a anestesia adequadas em crianças monitoradas com o Masimo SedLine

DINO


A Masimo (NASDAQ: MASI) anunciou hoje as descobertas de um ensaio randomizado e controlado publicado no Journal of Clinical Anesthesia onde a Dra. Melody H.Y. Long e colegas do KK Women’s and Children’s Hospital em Cingapura avaliaram a habilidade da anestesia orientada por eletroencefalograma (EEG), utilizando o monitoramento de função cerebral Masimo SedLine® para reduzir a quantidade necessária do medicamento sevoflurano para manter a anestesia em pacientes pediátricos durante pequenas cirurgias.1 Eles concluíram que o uso do SedLine para orientar a anestesia reduziu as necessidades de sevoflurano e levou a uma menor incidência de supressão de explosão, que foi anteriormente relatada como associada ao delírio pós-operatório.2-7

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20220720005612/pt/

Masimo SedLine® Brain Function Monitoring (Photo: Business Wire)

Masimo SedLine® Brain Function Monitoring (Photo: Business Wire)

Masimo SedLine® Brain Function Monitoring (Photo: Business Wire)

Observando a natureza peculiar do cérebro pediátrico, ainda em desenvolvimento, a importância que a prática padrão de anestesia exerce na minimização da dosagem necessária de medicamentos para manter a anestesia, e a falta de pesquisa sobre o uso de novas tecnologias como monitoramento espectrograma de EEG em tempo real em crianças, os pesquisadores elaboraram um estudo que investigaria o impacto que tal tecnologia poderia ter. Eles inscreveram 195 crianças, entre 1 e 6 anos de idade, que estavam agendadas para pequenas cirurgias envolvendo anestesia geral induzida e mantida com uso de sevoflurano. As crianças foram randomizadas em um grupo orientado por EEG com Masimo SedLine (n=100) ou um grupo de cuidado padrão (n=95). No grupo EEG SedLine, os anestesiologistas usaram o SedLine para ajudar a orientar a administração de sevoflurano, com o objetivo de manter oscilações slow/delta contínuas no EEG bruto e espectrograma, evitando supressão de explosão e mantendo um Índice de Estado do Paciente, ou PSi (um parâmetro de EEG processado e proprietário desenvolvido pela Masimo) entre 25 e 50. No grupo de cuidado padrão os médicos não tiveram acesso aos dados do EEG.

Como resultado primário, os pesquisadores observaram a concentração expirada média do sevoflurano usado durante a indução e manutenção da anestesia. Eles observaram que no grupo EEG a concentração foi menor tanto durante a indução (4,80% em comparação a 5,67% no grupo de controle, p=0,003) quanto na manutenção (2,23% vs. 2,38%, p=0,005). Como um dos resultados secundários, os pesquisadores compararam a incidência e duração da supressão de explosão intraoperatória e descobriram que o grupo EEG teve uma menor incidência de supressão de explosão (3,1% vs. 10,9% no grupo de controle, p=0,0440).

Os autores concluíram que: “Este é um dos primeiros ensaios de controle randomizados na população pediátrica mostrando que a anestesia orientada por EEG utilizando o espectrograma é viável, e leva a uma modesta redução na dosagem intraoperatória de sevoflurano para indução e manutenção em crianças entre 1 e 6 anos. A orientação por EEG permite uma fácil visualização em tempo real das alterações no cérebro induzidas por anestesia, possibilitando determinar quais indivíduos precisam de mais (ou menos) anestésico para manter a inconsciência e titular as doses de acordo. Isso pode ser particularmente importante em crianças entre 1 e 2 anos de idade, que parecem precisar de uma maior concentração de sevoflurano durante cirurgias, como também em pacientes com risco de lesão neurológica. Nossas descobertas destacam a importância do monitoramento com EEG para complementar os atuais monitores padrão ASA para fornecer um procedimento anestésico personalizado”.

William C. Wilson, MD, MA, diretor médico e vice-presidente sênior de pesquisa clínica e assuntos médicos da Masimo, comentou: “Acreditamos que a redução significativa na supressão de explosão observada no grupo EEG, que foi de menos de um terço daquela no grupo de controle, é uma descoberta importante. Em estudos futuros com pools de amostras maiores isso poderia demonstrar benefícios de resultados mais profundos”.

Nos Estados Unidos, o SedLine é atualmente indicado para uso pediátrico sem o parâmetro PSi.

@Masimo | #Masimo

Sobre a Masimo

A Masimo (NASDAQ: MASI) é uma empresa médica global que desenvolve e produz uma vasta gama de tecnologias líderes no setor, o que inclui soluções inovadoras de aferição, sensores, monitores de pacientes, automação e conectividade. Nossa missão é melhorar os resultados do paciente e reduzir o custo do tratamento. O SET® da Masimo, por meio de oximetria de pulso Measure-through Motion and Low Perfusion™, introduzido em 1995, mostrou em mais de 100 estudos independentes e objetivos que supera outras tecnologias de oximetria de pulso.8 O SET® da Masimo também demonstrou ajudar médicos a reduzir retinopatia severa de prematuridade em neonatos,9 aumentou a detecção de CCC em recém-nascidos10 e, ao ser utilizado para monitoramento contínuo com o sistema Masimo Patient SafetyNet™ em enfermarias pós-cirúrgicas, reduziu custos, transferências para UTI e ativações de resposta de emergência rápidas.11-14 Estima-se que o SET® da Masimo seja utilizado em mais de 200 milhões de pacientes em importantes hospitais e outras unidades de tratamento médico em todo o mundo15 e que seja a oximetria de pulso principal em 9 de cada 10 hospitais classificados na Lista de Honra dos Melhores Hospitais da U.S. News & World Report em 2021-2022.16 A Masimo continua aprimorando o SET® e anunciou em 2018 que a precisão de SpO2 em sensores RD SET® em condições de movimento foi melhorada significativamente, o que proporcionou aos médicos mais confiança de que os valores de SpO2 dos quais eles dependem reflitam com precisão o estado fisiológico do paciente. Em 2005, a Masimo introduziu a tecnologia rainbow® Pulse CO-Oximetry, permitindo o monitoramento não invasivo e contínuo dos componentes sanguíneos que anteriormente só podiam ser verificados invasivamente, inclusive a hemoglobina total (SpHb®), teor de oxigênio (SpOC™), carboxihemoglobina (SpCO®), metemoglobina (SpMet®), os índices Pleth Variability Index (PVi®), RPVi™ (rainbow® PVi) e o Oxygen Reserve Index (ORi™). Em 2013, a Masimo introduziu o monitoramento de paciente Root® e a Connectivity Platform (plataforma de conectividade), construídos do zero para serem os mais flexíveis e expansíveis possíveis para facilitar a adição de outras tecnologias de monitoramento da Masimo ou de terceiros; adições fundamentais da Masimo incluem o equipamento de monitoramento de função cerebral de próxima geração SedLine®, oximetria regional O3® e capnografia ISA™ com tubos de amostragem NomoLine®. A família de Pulse CO-Oximeters® de monitoramento pontual da Masimo inclui dispositivos projetados para uso em diversas situações clínicas e não clínicas, incluindo tecnologia sem fio e vestíveis, tais como Radius-7® e Radius PPG™, dispositivos portáteis como Rad-67®, oxímetros de pulso de dedo como o MightySat® Rx e dispositivos disponíveis para uso, seja em um hospital ou em casa, como o Rad-97®. As soluções de automação e conectividade hospitalar da Masimo estão baseadas na plataforma Masimo Hospital Automation™ e incluem Iris® Gateway, iSirona™, Patient SafetyNet, Replica®, Halo ION™, UniView®, UniView :60™ e Masimo SafetyNet®. Em 2022, a Masimo adquiriu a Sound United, desenvolvedora líder de tecnologias premium de som de consumo e integração doméstica, cujas marcas incluem a Bowers & Wilkins®, Denon®, Polk Audio®, Marantz®, Definitive Technology®, Classé®e Boston Acoustics®. Outras informações sobre a Masimo e seus produtos estão disponíveis no site www.masimo.com. Os estudos clínicos publicados sobre os produtos da Masimo estão disponíveis em www.masimo.com/evidence/featured-studies/feature/.

ORi e RPVi não receberam liberação FDA 510(k) e não estão disponíveis para venda nos Estados Unidos. A marca comercial Patient SafetyNet é usada sob licença da University HealthSystem Consortium.

Referências

  1. Long MHY, Lim EHL, Balanza GA, Allen JC, Purdon PL, and Bong CL. Sevoflurane requirements during electroencephalogram (EEG)-guided vs. standard anesthesia care in children: A randomized controlled trial. J Clin Anesth. 27 de junho de 2022. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclinane.2022.110913,
  2. Tang CJ, Jin Z, Sands LP, Pleasants D, Tabatabai S, Hong Y, Leung JM. ADAPT-2: A Randomized Clinical Trial to Reduce Intraoperative EEG Suppression in Older Surgical Patients Undergoing Major Noncardiac Surgery. Anesth Analg 2020; 131(4):1228-1236.
  3. Radtke FM, Franck M, Lendner J, Krüger S, Wernecke KD, Spies CD. Monitoring depth of anaesthesia in a randomized trial decreases the rate of postoperative delirium but not postoperative cognitive dysfunction. Br J Anaesthesia. (2013) 110:98–105. doi: 10.1093/bja/aet055.
  4. MacKenzie KK, Britt-Spells AM, Sands LP, Leung JM. Processed electroencephalogram monitoring and postoperative delirium: a systematic review and meta-analysis. Anesthesiology. (2018)129:417–27. doi: 10.1097/ALN.0000000000002323.
  5. Sieber FE, Zakriya KJ, Gottschalk A, Blute MR, Lee HB, Rosenberg PB, et al. Sedation depth during spinal anesthesia and the development of postoperative delirium in elderly patients undergoing hip fracture repair. Mayo Clin Proc. (2010) 85:18–26. doi: 10.4065/mcp.2009.0469.
  6. Whitlock EL, Torres BA, Lin N, Helsten DL, Nadelson MR, Mashour GA, et al. Postoperative delirium in a substudy of cardiothoracic surgical patients in the BAG-RECALL clinical trial. Anesth Analg. (2014) 118:809–17. doi: 10.1213/ANE.000000000000002.
  7. Xu N, Li L, Wang T, Jiao L, Hua Y, Yao D, Wu J, Ma Y, Tian T, Sun X. Processed Multiparameter Electroencephalogram-Guided General Anesthesia Management Can Reduce Postoperative Delirium Following Carotid Endarterectomy: A Randomized Control Trial. Front Neurol. 12 de julho de 2021. 12:666814. doi: 10.3389/fneur.2021.666814.
  8. Estudos clínicos publicados sobre a oximetria de pulso e os benefícios do Masimo SET® estão disponíveis no nosso site em http://www.masimo.com. Estudos comparativos incluem estudos independentes e objetivos compostos por resumos apresentados em reuniões científicas e artigos de periódicos revisados por especialistas.
  9. Castillo A et al. Prevention of Retinopathy of Prematurity in Preterm Infants through Changes in Clinical Practice and SpO2 Technology. Acta Paediatr. Fev 2011;100(2):188-92.
  10. de-Wahl Granelli A et al. Impact of pulse oximetry screening on the detection of duct dependent congenital heart disease: a Swedish prospective screening study in 39,821 newborns. BMJ. 2009;jan 8;338.
  11. Taenzer A et al. Impact of pulse oximetry surveillance on rescue events and intensive care unit transfers: a before-and-after concurrence study. Anesthesiology. 2010:112(2):282-287.
  12. Taenzer A et al. Postoperative Monitoring – The Dartmouth Experience. Anesthesia Patient Safety Foundation Newsletter. Primavera-verão 2012.
  13. McGrath S et al. Surveillance Monitoring Management for General Care Units: Strategy, Design, and Implementation. The Joint Commission Journal on Quality and Patient Safety. 2016 Jul;42(7):293-302.
  14. McGrath S et al. Inpatient Respiratory Arrest Associated With Sedative and Analgesic Medications: Impact of Continuous Monitoring on Patient Mortality and Severe Morbidity. J Patient Saf. 2020 14 Mar. DOI: 10.1097/PTS.0000000000000696.
  15. Estimativa: Dados arquivados sobre a Masimo.
  16. http://health.usnews.com/health-care/best-hospitals/articles/best-hospitals-honor-roll-and-overview.

Declarações prospectivas

Este comunicado de imprensa inclui declarações prospectivas conforme definido na seção 27A da Lei de Valores Mobiliários de 1933, e seção 21E da Lei de Bolsa de Valores de 1934, em conexão com a Lei de Reforma de Controvérsias de Títulos Privados de 1995. Essas declarações prospectivas incluem, entre outras, declarações relacionadasàeficácia potencial do Masimo SedLine®. Essas declarações prospectivas têm como base as expectativas atuais quanto a eventos futuros que nos afetam e estão sujeitas a riscos e incertezas, todos de difícil previsão e muitos deles além do nosso controle, os quais podem fazer com que nossos resultados sejam materialmente diversos e adversos em relação àqueles expressos em nossas declarações prospectivas, como resultado de diversos fatores de risco que incluem, entre outros: riscos associados às nossas suposições quantoàcapacidade de repetição dos resultados clínicos; riscos associadosànossa convicção de que as tecnologias exclusivas da Masimo, incluindo o Masimo SedLine, contribuem para resultados clínicos positivos e para a segurança dos pacientes; riscos de que as conclusões e descobertas dos pesquisadores possam ser imprecisas; riscos associadosànossa convicção de que as inovações médicas não invasivas da Masimo oferecem soluções economicamente acessíveis e vantagens exclusivas; riscos relacionadosàCOVID-19; bem como outros fatores mencionados na seção “Fatores de risco” dos nossos relatórios mais recentes protocolados na Comissão de Títulos e Valores Mobiliários (Securities and Exchange Commission, SEC), os quais podem ser obtidos gratuitamente no site da SEC em www.sec.gov. Apesar de acreditarmos que as expectativas refletidas em nossas declarações prospectivas sejam razoáveis, não sabemos se nossas expectativas serão corretas. Todas as declarações prospectivas incluídas neste comunicado de imprensa são expressamente qualificadas em sua totalidade pelas declarações de advertência precedentes. Advertimos os leitores a não confiar indevidamente nessas declarações prospectivas, que dizem respeito apenasàdata de hoje. Não assumimos qualquer obrigação de atualizar, corrigir ou esclarecer tais declarações ou os “Fatores de risco” descritos em nossos mais recentes relatórios protocolados juntoàComissão de Valores Mobiliários (SEC), seja ou não como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma, exceto conforme possa ser exigido pelas leis de valores mobiliários aplicáveis.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Assessoria de imprensa:

Masimo

Evan Lamb

949-396-3376

[email protected]


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp