05/11/2019 às 17h25min - Atualizada em 06/11/2019 às 00h33min

CEOS de grandes empresas e consultor da série Tropa de Elite compartilham histórias e dão dicas para crescimento profissional e das empresas

Eles participam do High Performance Mind, que acontece no dia 8 de novembro, em Campinas

DINO
http://www.netprofit.com.br/hpmind

Sílvia Folsters, que começou como recepcionista e hoje comanda a empresa de tecnologia Cianet; Felipe Calixto, Presidente fundador da Sankhya, uma das maiores empresas de software do país, Luciano Rodrigues, CEO da Wanke e conselheiro de diversas empresas e executivo; Paulo Storani, ex-comandante do BOPE e consultor de Operações Especiais do filme Tropa de Elite; e André Girotto, CEO da Netprofit, treinador, mentor e conselheiro de mais de 500 empresas e mais de 10.000 líderes e altos executivos no Brasil e exterior.

Estes executivos de sucesso do mundo corporativo brasileiro estarão reunidos em Campinas, no próximo dia 8 de novembro, para compartilhar com empresários, gerentes e profissionais liberais da região suas histórias e trajetórias na vida empresarial. Eles contarão suas histórias de superação de desafios até atingir o topo de suas carreiras e darão dicas reais de como as pessoas podem crescer nos negócios. O High Performance Mind, evento que tem como objetivo estimular profissionais no aceleramento da carreira e proporcionar às empresas mudança de nível em menos de dois anos.

De faxineira a CEO
Silvia Foster, com 28 anos de experiência e uma das poucas mulheres a ocuparem cargos de CEOS no Brasil, é CEO na empresa Cianet Networking. Formada em Especialista em Gestão Estratégica de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas, Graduada em Administração com ênfase em Marketing pela Universidade Estácio de Sá e formada em Coach Executivo e Life Coach em curso aprovado pela Federação Internacional de Coach. É também mentora de projetos de inovação e Startups na área de tecnologia. Integrou o grupo de Diretores da ACATE - Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia -, como Diretora da vertical IoT - Internet of Things.

Mas, para chegar até esta posição, que somente 15% das mulheres ocupam no Brasil atualmente, sua trajetória de vida pessoal e profissional foi bastante difícil, como ela mesma conta. "Iniciei minha vida profissional por necessidade: estava focada em sustentar e educar um filho sozinha. Mal saí da adolescência e lá estava eu, batendo de porta em porta atrás de um emprego. O que eu não imaginava é que iria me identificar tanto com uma carreira fora do mundo que eu conhecia até aquele momento", conta.

A executiva começou com 18 anos, trabalhando em uma empresa de telemarketing, e, aos 44, se tornou a principal executiva de uma empresa de tecnologia. "O período entre minha primeira experiência profissional e a inserção no segmento de tecnologia, como recepcionista, foi de menos de um ano", diz. "Tecnologia, na época, era o segmento que prometia uma projeção de carreira, e minha porta de entrada foi um combinado entre a necessidade deles e minha competência profissional até o momento. Ou melhor, a falta dela.

E prossegue. "Tratava-se de uma empresa de desenvolvimento de software para o segmento de engenharia, composta por desenvolvedores e engenheiros, todos homens, inclusive seus clientes. Havia certa desconfiança quanto à permanência de mulheres nesse setor. E, pela necessidade de trabalhar e com receio de perder o emprego naquele universo masculino, passei um longo tempo praticamente sem me comunicar com os colegas.

Após 17 anos na mesma empresa, aceitou o convite para trabalhar como diretora comercial em uma nova empresa, que também era do segmento de tecnologia, mas de hardware. "Entrei na primeira empresa quando ainda era uma startup e sai após significativo crescimento. A nova empresa, na época também uma startup, foi fundada por três amigos de faculdade, refletindo um novo e grande desafio. Mas eu estava precisando disso.

Resolvi pedir para sair, mas o gestor que me contratou insistiu para que eu ficasse pelo menos mais seis meses, e eu atendi sua solicitação. Por mais que precisassem de um especialista na área de negócios, o espaço prometido não foi viabilizado inicialmente. Após este episódio, vivi um tempo mágico e tudo mudou. Nos 8 anos seguintes, a empresa cresceu mais de 13 vezes o tamanho que tinha quando lá comecei.

Por conta do desempenho entregue, seguido de bom relacionamento, desenvolvimento de pessoas e já com uma imagem forte no mercado representando a empresa, surgiu o inesperado convite para CEO da companhia. "No primeiro momento eu recusei o convite. Eu sabia que isso significava abrir mão de um cargo em que eu tinha grande domínio e segurança para outro incerto, no qual eu voltaria à estaca zero na escala de experiência"

"Quando resolvi aceitar, decidi complementar minha formação adquirindo outros skills que considerava necessários. Fiz mentoria e uma formação em Life & Executive Coaching. Ao herdar um time generalista, eu também precisei desenvolver competências técnicas em outras áreas. No primeiro ano eu "estava" CEO, e, hoje, no terceiro ano como principal executiva, "sou" CEO", completa.

Outro nome de peso que estará compartilhando suas histórias é Paulo Storani, ex-PM, secretário municipal e consultor de Operações Especiais e preparador dos atores policiais do filme Tropa de Elite e Tropa de Elite II, grandes sucessos do cinema nacional.

A primeira edição regional do High Performance Mind - o maior evento de gestão e alavancagem de carreira do Interior de São Paulo - terá 10 horas de treinamento, com cases e palestrar sobre ações para melhorar os resultados no trabalho. O evento acontece no dia 8 de novembro, das 8h às 18h, no Círculo Militar de Campinas.

Ao longo do evento serão abordados temas de liderança e gestão disruptiva, a gestão como porta de entrada para a inovação, processo de profissionalização das empresas familiares, transformação de ideias e startup em negócios milionários, além de um case inspirador "Construindo uma Tropa de Elite".

As inscrições para participar do evento estão abertas e vão até o dia 30 de outubro em condições especiais. Quem adquirir a participação ainda no primeiro lote ganhará o livro "Menos Rambo e Mais Sniper", escrito por André Girotto, CEO da Netprofit®, com participação de executivos e CEOS, que contam suas experiências no mundo corporativo. O livro será lançado no final deste mês, sendo comercializado pela Amazon.

 



Website: http://www.netprofit.com.br/hpmind
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp