CIDADE NO AR Publicidade 728x90
23/09/2022 às 17h18min - Atualizada em 24/09/2022 às 00h02min

Jubileu de Prata da Milton Campos reuniu grandes nomes no meio jurídico

“Eternos estudantes” da Milton Campos puderam reviver os momentos especiais

SALA DA NOTÍCIA Fernanda Nazaré Assis
https://www.mcampos.br/
Divulgação/ Milton Campos
No último sábado (17/9), a Faculdade de Direito Milton Campos promoveu o seu Jubileu de Prata, das turmas que colaram grau nos anos de 1995, 1996 e 1997. Realizado anualmente (e após um hiato devido a pandemia), o Jubileu promove o encontro entre ex-alunos e professores, que hoje ocupam cargos de destaque como juízes, desembargadores, ouvidores, procuradores, juristas e advogados renomados, para um momento de celebração das trajetórias acadêmicas e profissionais.

Para o presidente da Milton Campos, João Batista Pacheco Antunes de Carvalho, a retomada da realização do Jubileu de Prata no calendário de eventos da faculdade é motivo de celebração. “O Jubileu de Prata é um evento muito importante e que faz parte na nossa tradição. Poder retomar este evento pós-pandemia no ano em que completamos 50 anos é muito especial. Reunir todas essas personalidades do mundo jurídicas, hoje não mais alunos, mas agora como juízes, promotores, advogados, só demonstra a grandeza do evento e da nossa instituição”, reforça.

Durante o evento, os “eternos estudantes” da Milton Campos puderam reviver os momentos especiais de quando tudo começou, com uma cerimônia com direito a patrono, paraninfo e professor homenageado - eleitos pelos jubilandos. O paraninfo escolhido foi o professor José Mauro Catta Preta e o Patrono o professor Raimundo Cândido Júnior. A professora Sônia Diniz foi a homenageada da noite.

Para a advogada Marta de Lima Carvalho Ribeiro, da turma de 1996, a oportunidade de reencontrar os ex-colegas é um dos motivos especiais para participar do Jubileu de Prata.  “É maravilhoso estar aqui hoje. É uma emoção enorme voltar na instituição em que eu formei e na qual hoje, meus dois filhos estudam. Eu continuo acompanhando a Milton Campos e ela continua com a mesma qualidade do período em que fui aluna”. Opinião compartilhada pela advogada e Christiane Mesquita de Oliveira, que celebrou o reencontro com os colegas da turma de 1996. “Fico muito feliz de ver que todo mundo deu certo na carreira. Mas muito melhor do que saber do sucesso profissional de todos nós é reencontrar os antigos colegas, depois de tanto tempo e podermos celebrar a vida e as amizades”, completa.

Já o professor e ex-presidente da OAB, Raimundo Cândido Júnior, eleito pelos jubilandos como o patrono da cerimônia, destaca o sucesso dos seus ex-alunos ao reencontrá-los após 25 anos. “Foi muito prazeroso participar do Jubileu de Prata e ver que essa turma que passou pela Milton Campos é vitoriosa. Hoje estamos todos reunidos para reconhecer a importância que a instituição teve na vida de todos nós”.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp