03/10/2022 às 19h05min - Atualizada em 04/10/2022 às 00h03min

Especialista aponta como e-commerce B2B oferece uma boa experiência de compra

Especialista em e-commerce elenca pontos importantes que precisam ser levados em consideração para a construção e manutenção de um e-commerce B2B consistente.

DINO
http://www.gobiz.com.br


A cada dia que passa, a necessidade da transformação digital se consolida dentro das empresas. Por meio da implementação de tecnologia em processos internos ou externos, as companhias conseguem maximizar suas atividades, ganhar produtividade e, consequentemente, aumentar o seu lucro. Uma das maneiras de colocar isso em prática é por meio do e-commerce B2B (Business to Business).

Um estudo da Grand View Research detectou que em 2021 o mercado de e-commerce B2B atingiu o valor de USD 6,883.47 bilhões no mundo. A previsão, de acordo com a pesquisa, é que ele cresça anualmente 19,7%, de 2022 a 2030. 

O especialista em e-commerce e CTO da agência de marketing digital Go Biz explica que o e-commerce B2B nada mais é que a ampliação das vendas de empresas para empresas por meio do comércio digital. “Da mesma maneira que o consumidor busca a compra online, as empresas também têm buscado essa praticidade. Especialmente pela possibilidade de implementar ferramentas de automação que mitiguem perdas e aumentem a produtividade”, comenta Yan Gomes.

As vantagens de contar com um e-commerce B2B

Entre as vantagens do e-commerce B2B está a possibilidade de aumentar as vendas, expandir a base de clientes e oferecer um serviço self-service, bem como uma experiência de compra menos burocrática e muito mais ágil, assim como o B2C (Business to Consumer). “Basicamente, as mesmas vantagens da venda ao consumidor final são as da venda às empresas. O atual cenário cada vez mais digital faz com que a venda B2B online seja uma necessidade e não mais um diferencial”, salienta Gomes.

Para o CTO da Go Biz, as empresas precisam entender, porém, que um e-commerce B2B não é apenas uma adaptação do B2C. É preciso ir além, com otimizações que atendam plenamente as necessidades das empresas. “Basta pensar que a venda B2B online deve seguir as mesmas diretrizes da realizada offline. Isso significa que é imprescindível a customização das ofertas”, conta o especialista em e-commerce.

Funcionalidades indispensáveis

Indagado sobre quais funcionalidades são imprescindíveis para um e-commerce B2B, Yan Gomes destaca que o primeiro passo é criar opções diferentes para cada perfil de cliente. “Diferente do e-commerce B2C em que a empresa trabalha personas parecidas, no B2B elas são completamente diferentes e precisam ser tratadas como tal. Uma sugestão é criar login e senha, para que a cada acesso, o site seja redirecionado para as condições mais adequadas àquele perfil de cliente”, orienta.

Ainda sobre as diferentes características das modalidades de venda B2B e B2C, o especialista destaca a tabela de valores, as condições de pagamento e o limite de crédito possível para cada perfil de cliente. “As negociações offline levam em consideração critérios como esses e eles precisam migrar também para o digital. Esse é um trabalho árduo, de bastante análise e implementação de tecnologia. Por isso, o ideal é que seja realizado por empresas especializadas na construção de e-commerce B2B”, destaca Gomes.

Outro ponto importante a ser levado em consideração é o volume de estoque, que precisa estar preparado para atender a uma demanda exponencial. “No e-commerce B2C é comum compras de poucas unidades, o que é raro no B2B. A grande questão é: a sua empresa está preparada para realizar esse atendimento online para outras empresas? Antes de mais nada é importante avaliar toda a infraestrutura do site para poder oferecer um e-commerce de qualidade, que realmente atenda às necessidades de ambas as partes”, finaliza o especialista.



Website: http://www.gobiz.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp