26/11/2019 às 14h00min - Atualizada em 26/11/2019 às 14h36min

Imbassaí, no litoral norte da Bahia, é aposta do setor de turismo imobiliário

Considerado um dos vetores do crescimento imobiliário e turístico da Bahia, o Litoral Norte segue como um dos principais destinos para os visitantes e também entre as regiões campeãs de investimentos imobiliários no Estado. Dados da Secretaria Estadual de Turismo (Setur) já apontavam em 2012 uma projeção de R$ 3,9 bilhões em investimentos imobiliários, até 2020, no setor de turismo na região conhecida como Costa dos Coqueiros. Isso representa mais da metade dos recursos aplicados em toda a Bahia, que tinha então uma previsão de investimento de R$5,7 bilhões em todo Estado.

DINO
https://www.jequitibaconstrutora.com.br/oahu-imbassai/
Imagem do encontro do Rio Imbassai com o mar

Imbassaí é aposta do setor de turismo imobiliário

 

Situada em uma das regiões mais procuradas pelos turistas que visitam a Bahia - o Litoral Norte -, a localidade, pertencente a Mata de São João, recebe investimentos em empreendimentos de alto padrão.

Considerado um dos vetores do crescimento imobiliário e turístico da Bahia, o Litoral Norte segue como um dos principais destinos para os visitantes e também entre as regiões campeãs de investimentos imobiliários no Estado. Dados da Secretaria Estadual de Turismo (Setur) já apontavam em 2012 uma projeção de R$ 3,9 bilhões em investimentos imobiliários, até 2020, no setor de turismo na região conhecida como Costa dos Coqueiros. Isso representa mais da metade dos recursos aplicados em toda a Bahia, que tinha então uma previsão de investimento de R$5,7 bilhões em todo Estado.

Os números do turismo indicam que há motivos para acreditar no crescimento. A Bahia foi o segundo principal destino turístico do Brasil, com 11% de incremento em maio deste ano, em comparação com o mesmo mês de 2018, conforme a Pesquisa Mensal de Serviços, realizada pelo IBGE. O resultado do estado é maior do que o dobro do nacional (5,1%), na mesma base de comparação. Ainda de acordo com a Setur, no verão de 2018, mais de R$ 6 bilhões foram movimentados na região e entre os destinos baianos mais procurados estão Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo e Praia do Forte - a mais famosa do Litoral Norte. Bem perto dela, está um dos lugares que figura entre as principais apostas do futuro do setor de turismo imobiliário na região – Imbassaí.

Apelidada carinhosamente de paraíso pelos moradores em concordância com visitantes, não são poucos os argumentos de quem aposta no lugarejo. Imbassaí, pertencente à Mata de São João, tem uma paisagem de tirar o fôlego, a começar pelo  encontro do rio com o mar, e é um oásis para quem busca sossego e descanso. Para quem gosta de estar em movimento, passeios de caiaque, parapente motorizado, aulas de surfe e trilhas. O comércio conta com muitas opções de lojas, a gastronomia é rica e variada e as opções noturnas também não deixam a desejar. 

“Imbassaí tem um apelo diferente, que vem da paisagem diferenciada, da preservação, da variedade de opções de serviços e do comércio e da proximidade com diversas outras praias e pontos turísticos”, destaca João Pedro Tanajura, diretor financeiro da Jequitibá Construtora, empresa baiana que escolheu Imbassaí para receber seu primeiro empreendimento imobiliário.

O Oahu Alto de Imbassaí está implantado em uma área de 7 mil m², 40 unidades e conta com completa infraestrutura de lazer: Lounge Gourmet, Espaço Fitness Natureza, Parque Infantil, Bicicletário, piscina com cascata, prainha, deck e mirante com vista para o mar. Os apartamentos terão duas suítes e lavabo, varanda com deck descoberto, sala, cozinha e área de serviço, além de duas vagas privativas.

“É um empreendimento de alto padrão, no qual conseguimos oferecer um melhor custo/benefício, com imóveis mais acessíveis para um público que tem desejo e recursos para investir na área, em uma faixa de preço mais acessível”, comenta João Pedro. 

Novo empreendimento

O Oahu será entregue em 2020 e hoje está 50% vendido. A Jequitibá, porém, acredita tanto no potencial de Imbassaí, que já adquiriu o terreno para o segundo empreendimento da construtora na localidade, que deve ter 38 unidades e está em fase de finalização do projeto e do conceito.

“Acreditamos em Imbassaí pela crescente valorização da vila, principalmente pelas belezas naturais, infraestrutura e desenvolvimento urbano bem planejado, organizado e equilibrado”, diz José Antônio Tanajura Filho, diretor executivo da Jequitibá. 

Preservação e bem-estar

Inspirado na ilha de Oahu, no Havaí, o primeiro empreendimento da Jequitibá tem como um de seus apelos manter o principal encanto de Imbassaí – a preservação do meio ambiente. A vegetação nativa do terreno foi transplantada para um horto próximo, está sendo cuidada e será recolocada no seu lugar de origem, após a conclusão do condomínio em um belo projeto paisagístico unindo espécies nativas a exóticas. 

Retomada

O mercado imobiliário, desde 2018, tem sofrido o impacto da instabilidade econômica do país. Além disso, os clientes se tornaram mais exigentes, mas a direção da Jequitibá encara essas mudanças como desafios e oportunidades. 

José Antônio observa também que o momento é bom para o mercado imobiliário, pois há aspectos conjunturais que indicam que a hora é boa para a aquisição de imóveis. Um dos índices que corroboram esse cenário é a queda da taxa SELIC - após novo corte no mês passado, ela atingiu 5%. A previsão dos economistas é que ainda este ano ocorra nova redução, e que a taxa feche o ano a 4,5%.

“Isso significa redução do retorno de aplicações financeiras e aumento do retorno do investimento imobiliário. É um cenário que volta a ser favorável para quem pensa em comprar um imóvel para investimento, e o Oahu tem um excelente custo benefício, pois Imbassaí é uma localidade com preços mais competitivos em relação a praias próximas, mas que apresenta valorização nos últimos anos”, aponta o diretor executivo da Jequitibá.

Outros índices indicam retomada na economia geral do país. Recentemente, a melhora nos números do terceiro trimestre, sobretudo relativos ao consumo, levou o Itaú Unibanco a revisar também sua projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, de 0,8% para 1%. 

Expandindo horizontes

O público do Oahu é principalmente composto por famílias que desejam ter uma casa para veraneio ou para usar como segunda residência. Isso, porém, não deixa de lado aqueles que pretendem fazer da compra um investimento.

“Percebemos que muitos compradores têm como objetivo gerar rendimento. Com a expansão do AirBNB, fica mais fácil unir os dois desejos, utilizando o imóvel durante o ano e locando em momentos de maior movimentação turística, ou mesmo alugando um dos quartos. Observamos essa tendência, de unir o prazer de um local para descanso e veraneio com a possibilidade de gerar renda”, conta João Pedro.  Jornalista: Litiane de Oliveira

 



Website: https://www.jequitibaconstrutora.com.br/oahu-imbassai/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp