CIDADE NO AR Publicidade 728x90
02/02/2023 às 15h23min - Atualizada em 06/02/2023 às 00h02min

Preço da mercearia básica volta a subir no final de 2022, segundo estudo da Scanntech

Arroz, feijão e óleo foram responsáveis por 84% do aumento do preço total da cesta

SALA DA NOTÍCIA Gabriel Vieira de Godois

Segundo estudo anual da Scanntech, os meses de março e abril de 2022 apresentam os maiores aumentos em produtos da mercearia básica, proporcionando posteriormente fortes quedas entre agosto e setembro.  

Do mesmo modo, como a média das cestas, a mercearia básica também volta a elevar-se em dezembro, puxada principalmente pelo aumento do arroz, feijão e do óleo que juntos foram responsáveis por 84% do aumento do preço total da mercearia básica. Já o leite, que havia sido o grande vilão da inflação da mercearia básica em março, apresentou deflação em dezembro, registrando, uma redução de 3% conferindo com o mês anterior, novembro de 2022. Já comparando dezembro de 2022 com dezembro de 2021 a mercearia básica registrou um aumento de 14,1%. 

 

“Depois de 4 meses de trégua, em dezembro voltamos a ter uma alta dos preços nos itens mais essenciais da alimentação dos brasileiros como o arroz, o feijão e o óleo. O aumento contra novembro de 2,8% foi significativo e acima da média dos demais itens”, analisa Priscila Ariani, diretora de Marketing da Scanntech. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp