CIDADE NO AR Publicidade 728x90
24/03/2023 às 10h16min - Atualizada em 25/03/2023 às 00h05min

Locadoras investiram R$ 55,2 bilhões em compras de automóveis 0 km em 2022

Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA) apontou que o setor comprou 30,1% de todos os automóveis vendidos durante o ano no Brasil

SALA DA NOTÍCIA Carolina Maia
Pixabay
As empresas de aluguel de carros compraram, ao longo do ano passado, o total de 590.520 automóveis e veículos comerciais leves, que representaram um crescimento de 33,6% em relação às compras feitas pelo setor em 2021. O investimento em frota chegou a R$ 55,2 bilhões, conforme o Anuário Brasileiro do Setor de Locação de Veículos lançado no dia 23/03.
 
As 590.520 unidades compradas pelas locadoras significaram o recorde de 30,1% na participação do setor de locação no total de automóveis e comerciais leves vendidos durante o ano de 2022 no Brasil. Em média, o investimento das locadoras por unidade foi de R$ 93,6 mil.
 
No ranking de emplacamentos de automóveis e comerciais leves, a Stellantis ficou com o primeiro lugar, vendendo 35,8% (211,009 carros) do total comprado pelas locadoras em 2022. Em seguida, aparece a Volkswagen, com 16,6% (97.974 unidades). O modelo mais emplacado por locadoras em 2022 foi o VW Gol, com 45.796 unidades.
 
Pela primeira vez, a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA) também apresentou o recorte de compras em relação aos híbridos e elétricos. Em 2022, as locadoras emplacaram 3.309 unidades com tais motores, num crescimento de 88,9% na comparação com as compras de híbridos e elétricos feitas no ano anterior (1.751 veículos).
 
A expansão também aconteceu em relação à frota total de automóveis e comerciais leves das locadoras. O setor terminou 2022 com 1.434.299 unidades na frota, que assim cresceu 26,2% em relação ao ano anterior. O total de híbridos e elétricos na frota das locadoras chegou a 5.684 unidades.
 
Na frota total do setor de locação, a Stellantis terminou 2022 em primeiro lugar, com 469.851 carros (32,7%). O grupo foi seguido pela Volkswagen, com 282.044 unidades (19,6%) e pela GM, com 195.133 (13,6%) na frota do setor.
 
Motos, caminhões e ônibus

Junto às 17.738 locadoras de automóveis ativas no Brasil, a ABLA incluiu as estatísticas de 5.203 empresas de locação que trabalham com aluguéis de motocicletas, ônibus, trailers, caminhões, reboques ou similares.
 
Para atender à demanda de moto taxistas, de empresas e de profissionais do delivery, em 2022 as locadoras aumentaram em expressivos 275% as compras de motos, que saltaram de 7.737 unidades para 29.012. Com isso, a frota total de motos no setor chegou a 43.256 unidades.
 
As compras de caminhões também ganharam evidência. Em 2022, as locadoras emplacaram 8.180 novas unidades, que representaram aumento de 38,9% sobre as compras feitas em 2021. O total de caminhões registrados em nome de locadoras chegou a 35.701 unidades ao final de 2022.
 
Em relação aos ônibus e micro-ônibus, as locadoras foram responsáveis pela compra de 1.851 unidades, diante de 1.835 unidades compradas em 2021 (variação positiva de 0,9%). O total de ônibus e micro-ônibus registrados por locadoras ficou 7.033 unidades ao final de 2022.
 
Empregos e faturamento

O total de postos de trabalho nas locadoras subiu 4,7% entre 2021 e 2022, avançando de 85.494 para 89.550. Além disso, principalmente em consequência do realinhamento de preços da locação e do aumento do número de empresas e veículos na frota, o faturamento bruto do setor atingiu R$ 36,8 bilhões.
 
 
Informações para imprensa:
Em Foco | Carolina Maia
[email protected]
(11) 3819-3031 / (11) 9 9137-5169
 
ABLA | Olivo Pucci
[email protected]
(11) 9 7179-7674

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp