CIDADE NO AR Publicidade 728x90
18/04/2023 às 11h56min - Atualizada em 19/04/2023 às 00h00min

À prova de fogo e alagamentos, Tribunal de Justiça do Pará instala novo data center

Desenvolvido pela green4T, o data center modular permitirá maior capacidade de processamento de dados, redução de falhas no sistema e menor tempo de indisponibilidade em caso de acidente

SALA DA NOTÍCIA green4T
https://www.green4t.com/
green4T
Para ter acesso a um ambiente de TI mais eficiente, robusto e reduzir falhas no sistema, o Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJ-PA) acaba de implementar um data center modular. Desenvolvido pela green4T, empresa brasileira líder em soluções de tecnologia e infraestrutura digital, o ambiente de dados é resistente à água, pó, fogo e intempéries climáticas. A nova estrutura visa beneficiar toda a máquina judiciária paraense a partir deste mês – entregando agilidade nos processos, facilidade no compartilhamento de informações e maior segurança de dados.

A parceria entre o TJ-PA e a empresa surgiu devido à necessidade de crescimento das atividades e da adequação da capacidade de TI do tribunal. Outro objetivo era a atualização de hardwares e de telecomunicações para garantir o alto nível nos serviços de TI, além de desempenho, disponibilidade e sustentabilidade da operação.

"Diante do desafio, implementamos nosso Data Center Modular, otimizando processos internos e estabelecendo um ambiente de dados robusto, seguro e inovador para o tribunal. Além disso, o TJ-PA conta com o DCIS (Data Center Infrastructure Services) solução que garante alta disponibilidade da operação, onde equipes especializadas green4T atuam 24x7 no ambiente para que possa suportar a demanda da operação do TJ-PA,” afirma Marcio Martin, vice-presidente Latam da green4T.

A característica modular do data center facilita a expansão rápida e escalável da infraestrutura de TI conforme as necessidades da área, atendendo às demandas da instituição pública. Além disso, é transportável, permitindo flexibilidade em caso de mudança de local.

“O novo data center vem para reduzir o tempo de indisponibilidade em caso de acidente e, principalmente, manter a segurança dos dados de backup, que devem estar seguros e intactos em caso de uma restauração de emergência”, diz Diego Baptista Leitão, Secretário de Informática do TJ-PA.

Data center modular
Para implementar o novo data center à operação a fim de melhorar a capacidade de processamento de dados, a segurança, a disponibilidade e o desempenho dos sistemas e recursos tecnológicos da organização, a green4T realizou a migração física e lógica de equipamentos de rede, de conectividade e de servidores para o novo ambiente, cujo espaço físico pode receber o dobro de equipamentos da sala onde estava o data center do órgão.

Desenvolvido na fábrica da companhia (Sismetal), localizada em Sorocaba (SP), o data center modular conta com proteção contra ameaças físicas relacionadas a fogo, gases corrosivos, água, explosões, acesso indevido, roubo e sabotagem. O equipamento tem resistência ao fogo em conformidade com a  norma técnica CF120 e possui o grau de proteção à água e pó exigido na classificação IP66. Além disso, conta com um subsistema de detecção precoce de incêndio, de monitoramento remoto e de controle de acesso por biometria.

Segundo Martin, o novo centro de dados tem, atualmente, um papel secundário na operação digital do órgão, mas no futuro substituirá o data center principal, que hoje opera em uma sala adaptada sem ter todos os recursos de segurança necessários, como proteção contra incêndios e alagamentos, por exemplo.

DCIS
Além da infraestrutura, para elevar a sustentabilidade da operação e evitar imprevistos que causem inatividade, a gestão do centro de dados conta com o DCIS (Data Center Infrastruture Services) para realizar ações preventivas, preditivas e corretivas em todo o ambiente de TI do TJ-PA. Incluindo, assim, monitoramento remoto – com a prevenção de falhas para evitar potenciais problemas –, solucionar imprevistos no menor tempo possível e reduzir interrupções para manter a alta disponibilidade do equipamento.

Toda a equipe de TI do Tribunal de Justiça passou por um treinamento realizado pelo time da green4T focado no funcionamento operacional dos sistemas, para visualização de possíveis irregularidades e análise geral do data center.

Segurança e agilidade
Dada a importância do armazenamento e processamento das informações de toda a área jurídica do Pará, a segurança proporcionada pelo produto foi um dos requisitos-chave e que levou o TJ-PA a escolher a green4T para desenvolver o centro de dados.

O centro de dados possui medidas de proteção robustas contra possíveis falhas nos sistemas de energia e climatização. Localizado na área externa do prédio do TJ-PA, o data center conta com um sistema avançado de detecção e combate a incêndios, reduzindo o risco de paradas inesperadas e garantindo a preservação do data center.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp