CIDADE NO AR Publicidade 728x90
28/04/2023 às 13h39min - Atualizada em 01/05/2023 às 00h04min

Capacitação profissional: curso prepara jovens com deficiência intelectual para o mercado de trabalho

Com foco na cultura da equidade, parceria da Attitude e da Neoconsig viabiliza a inclusão nas empresas por meio de capacitação, busca por novas vagas e pertencimento ao ambiente corporativo

SALA DA NOTÍCIA ALINE OLIVEIRA SANCHO CAMBUY
Alexandre Frigeri
 

Eles chegam sorrindo, vêm juntos e estão descontraídos. São jovens, estão buscando capacitação para o mercado de trabalho e se preparam para mais um módulo de treinamento. Contam as suas expectativas e se mostram agradecidos.

A turminha animada tem sete alunos, todos com deficiência intelectual, seis deles com síndrome de down. Eles participam de mais uma edição do curso Attitude in Company, na sede da empresa Neoconsig. Dividido em módulos, o treinamento aborda temas como soft skills, que inclui temas sobre vestimenta, comportamento nas empresas, cultura organizacional e cumprimento de tarefas.

O projeto é uma parceria da Attitude Inclusão, que promove a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, e a Neoconsig, grupo que desenvolve e fornece recursos tecnológicos para bancos e financeiras que operam com crédito consignado, transferência de automóveis e outros produtos e serviços. A Attitude atua por meio de consultorias, treinamentos, palestras e também cursos e mentorias. A Neoconsig oferece infraestrutura para o treinamento, como prática de seu propósito de se transformar numa companhia totalmente inclusiva.

Andréia Calábria, CEO da Attitude, é uma das professoras, juntamente com a coordenadora de educação Cecília Amaral. Andréia, que é publicitária, tem uma sobrinha com síndrome de down, e mostra com orgulho a foto dela. De voluntária da Apae, virou gerente comercial, e depois continuou sua ação voluntária com a Attitude. 

Seu sorriso é contagiante quando fala dos alunos. “Acreditamos que fazemos um trabalho verdadeiro de inclusão, de forma palpável. Não é só uma teoria do trabalho, mas pontos específicos do dia a dia, com vivência na empresa”, afirma Andréia. “Hoje são seis empresas em que trabalhamos neste formato. Os alunos têm coffee break com os colaboradores da empresa, interagem, têm uma vivência, quebram barreiras sociais. A evolução deles é rápida e perceptível para todos”, ressalta.

Todos os alunos querem ser entrevistados. Querem contar as experiências. Stephane Braganholo e Artur Fonseca Macuco, além de colegas de curso, agora são também colegas de trabalho.  Artur já tem um ano de empresa e Stephane está recém contratada, ambos na Mondelez, gigante do setor de snacks que possui mais de 10 mil colaboradores em diversas partes do mundo. Atuando em setores diferentes, contam que estão muito contentes em atuar e estar aprendendo mais sobre formas de trabalho. “Sou rígido quando cobro dos outros o uso correto de EPIs. Trabalhando no setor de segurança do trabalho tem que ser assim”, explica Artur, e é referendado pela colega: “Ele é chato até comigo nessa cobrança”, observa Stephane.

Carolina de Paula também está muito contente com os conhecimentos adquiridos e mostra muita confiança. “Eu sei que daqui a pouco vou estar trabalhando, estou muito confiante”, diz. Outra já com emprego é Katleen Martins, contratada da própria Attitude para trabalho remoto e presencial. “Me sinto muitobem trabalhando, meus colegas são simpáticos”, conclui.


Para Juliana Selenko, Diretora de RH da Neoconsig, a parceria visualiza benefícios não só para os alunos, mas também para os colaboradores da empresa. “Vemos como importante e necessária. A inclusão, de fato, passa por isso, a prática e a vivência no local de trabalho. Esse projeto veio numa hora extremamente importante para a empresa, faz toda a diferença entre o discurso e a prática”,  explica. “De certa forma somos os precursores dessa onda, de ir mais a fundo nessas questões. Além de preparar recrutamento e assessoria, para mapear a vaga, a empresa se prepara para receber os novos funcionários. Então, a capacitação é para esses novos colaboradores, mas também a capacitação é para todos os outros que estão na empresa. Sem isso não funciona. Temos que passar por isso para sermos inclusivos na prática”, define Juliana.

Andréia Calabria concorda com esta análise, e completa: “Para que uma empresa seja de fato inclusiva, é preciso ter esta cultura de equidade. A inclusão neste sentido, nada mais é do que fazer com que todas as pessoas pertençam à mesma organização, com o mesmo nível de importância e valorização”.

O curso continua sendo oferecido regularmente e tem mais sete módulos pela frente. Além de ser o local da sala de aula, a Neoconsig está atualmente mapeando as vagas que serão transformadas em inclusivas.


Sobre a Neoconsig

A Neoconsig é um grupo empresarial especializado em desenvolver soluções inovadoras para o mercado financeiro. Seu principal produto é a Plataforma de Empréstimos Consignáveis, dedicada exclusivamente à gestão segura dos processos entre as instituições financeiras, órgãos públicos e colaboradores. Aliando tecnologia de ponta à prestação de serviços altamente qualificados, a Neo está no mercado desde 2010 – sempre mantendo o compromisso com as diretrizes que garantem a satisfação do cliente: atendimento exclusivo, segurança dos dados, confiabilidade das informações e praticidade no acesso ao sistema. Também integram o grupo as empresas Alias Tecnologia e Use Mais. Saiba mais em neoconsig.com.br.

Sobre a Attitude Inclusão

A Attitude Inclusão é uma empresa de educação que tem como missão promover a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, através de consultorias, treinamentos, palestras e agora com cursos e mentorias para pessoas com Neurodiversidade.





 
Link
Notícias Relacionadas »