19/06/2024 às 16h20min - Atualizada em 22/06/2024 às 00h00min

O que são empresas juniores e como elas podem ajudar o seu negócio?

Empresas juniores são organizações formadas por universitários que oferecem serviços de consultoria a preços acessíveis. Elias Gabriel, Presidente Executivo da Brasil Júnior, esclarece como essas empresas podem fortalecer pequenos negócios e contribuir para a formação profissional dos estudantes.

TG COMUNICAçãO
Divulgação Brasil Júnior

Muitos pequenos empresários ainda não conhecem o potencial das empresas juniores. Formadas por universitários, essas organizações oferecem serviços de consultoria e desenvolvimento de projetos a preços acessíveis, fortalecendo tanto os negócios quanto a formação acadêmica dos estudantes.

Selecionamos algumas informações importantes para esclarecer o funcionamento e os benefícios dessas organizações.

  1. O que é uma empresa júnior?

Uma empresa júnior é uma organização sem fins lucrativos, formada e gerida por universitários. Seu objetivo é proporcionar experiência prática nas áreas de estudo dos estudantes. Elas oferecem serviços de consultoria e desenvolvimento de projetos para empresas, entidades e a sociedade em geral.

  1. Funcionamento das empresas juniores:

Essas empresas são estruturadas em três níveis: núcleos regionais, federações estaduais e confederações nacionais. Cada nível apoia e orienta as empresas juniores vinculadas, garantindo a qualidade dos serviços e a formação contínua dos membros. Atualmente, existem mais de 1.625 empresas juniores em 320 instituições de ensino superior em todas as 27 unidades federativas do Brasil​​.

  1. Benefícios de contratar uma empresa júnior:

As empresas juniores oferecem serviços a preços reduzidos, com foco no aprendizado dos estudantes, suporte de professores mentores e acesso a recursos das universidades. Pequenos e médios empreendedores encontram nestas empresas uma excelente relação custo-benefício para desenvolver projetos inovadores e eficientes.

  1. Regulação no Brasil:

As empresas juniores são regulamentadas pela Lei nº 13.267 de 2016, que estabelece a participação das universidades no movimento, garantindo a formalização e o suporte necessário para seu funcionamento.

  1. Impacto na carreira dos estudantes:

Participar de uma empresa júnior permite que os estudantes apliquem na prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, desenvolvendo habilidades de gestão, trabalho em equipe, liderança e resolução de problemas, altamente valorizadas no mercado de trabalho. Jovens que participam do Movimento Empresa Júnior (MEJ) se empregam quatro vezes mais rápido do que aqueles que não participam. Além disso, 50% dos pós-juniores trabalham ativamente com as bandeiras de educação, juventude e empreendedorismo, e a média da importância do MEJ para que os pós-juniores alcançassem o emprego atual é de 8,6​​.

  1. Contribuição para o empreendedorismo:

Elias Gabriel, Presidente Executivo da Brasil Júnior, destaca que contratar uma empresa júnior beneficia a formação prática de futuros profissionais, oferece serviços inovadores e de baixo custo, e tem um impacto social significativo, ajudando a resolver problemas e melhorar a qualidade de vida das comunidades.


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
Tais Gomes Oliveira
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp