11/02/2020 às 15h35min - Atualizada em 11/02/2020 às 15h35min

Projeto Sífilis Não! Grupo Técnico Local de Parnamirim discute planos de ação

O Grupo Técnico Local de Parnamirim se reuniu nesta segunda-feira (10) na prefeitura municipal para tratar dos avanços e desafios da resposta rápida à sífilis na cidade. A iniciativa é do Ministério da Saúde e é coordenada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS). 

Diante do cenário preocupante no qual a cidade está inserida, é superimportante a existência do grupo de trabalho, pelo fato de as reuniões terem o objetivo de reduzir ao máximo a sífilis adquirida, em gestantes e a eliminação da forma congênita, quando a mãe acaba transmitindo a doença para o bebê durante a gravidez, o que muitas vezes leva ao abortamento ou má formação. 

Chyrly Moura é enfermeira e apoiadora do Ministério da Saúde e conta que atualmente vivemos uma epidemia de sífilis a nível mundial. “O GTL iniciou suas atividades em 2018 visando planejar ações voltadas para o enfrentamento, prevenção e diagnóstico. É um grupo intersetorial (saúde, educação e assistência social) e queremos identificar as potencialidades de cada setor para que contribuam da melhor forma possível”, disse. 
 
Sobre a Sífilis: 
 
A Sífilis é uma doença infectocontagiosa sexualmente transmissível (IST), que pode levar à morte se não tratada a tempo. A Penicilina é um dos medicamentos que trata a doença, porém a principal forma de proteção é com o uso do preservativo durante o ato sexual. 

Parnamirim já deu um importante passo no combate à doença, quando em 2019 foi instituído por meio de lei ordinária o Dia Municipal de Enfrentamento à Sífilis e à Sífilis Congênita, em consonância com o que já determina a legislação federal (Lei nº 13.430/2017). No âmbito municipal o dia chave no calendário é 18 de outubro de cada ano. 

Outro desafio considerável do GTL é apresentar a patologia para a população, expondo suas formas de prevenção, contágio, tratamento e o que fazer quando os resultados dos exames apontam para o diagnóstico positivo. A reunião desta segunda-feira serviu também para discutir formas de transmitir esse conhecimento e planejar as próximas ações na cidade.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp