17/02/2020 às 15h23min - Atualizada em 17/02/2020 às 16h51min

Quais são as conformidades e exigências que uma empresa de TI deve se atentar?

Algumas mudanças, como a chegada da LGPD, traz novo cenário e cuidados a serem tomados

DINO
http://www.strongsecurity.com

A pesquisa global de Fraude e Identidade 2019, realizada pela Experian, mostrou que 84% dos brasileiros consideram a segurança de seus dados o aspecto mais importante durante uma experiência online. O estudo, que ouviu mais de 10 mil pessoas, em mais de 21 países - inclusive no Brasil, trouxe a certeza de que medidas de proteção às informações fornecidas pelos usuários eram necessárias.

Entre processos precisos para garantir a satisfação e cuidado com o usuário, surge o GRC, Governança, Risco e Conformidade. Basicamente, o GRC é um modelo de trabalho que unifica diferentes áreas de uma corporação com o objetivo de executar todos os movimentos da empresa de acordo com as políticas exigidas.

Tendo como base a transparência, os profissionais dedicados ao GRC precisam alinhar, cuidadosamente, objetivos estratégicos, assim como buscar constantes melhorias para a organização. "Com todas as exigências e volatilidade do mercado, o ideal é constituir um time de GRC interno, para que todo o trabalho seja feito de maneira profunda", aconselha Dario Caraponale, sócio-fundador da Strong Security, empresa especializada em segurança digital. "Além disso, ter uma área dedicada para isso traz a garantia de que tudo está sendo executado de maneira correta", complementa.

Entendendo melhor a sigla GRC

Governança, o primeiro item da sigla, define a estratégia entre objetivos internos e de mercado, sem interferir em suas políticas de implantação ou manutenção de ativos de TI ou SI. Trazer essa técnica não só provê mais ferramentas, como traz valor ao departamento por oferecer criação e acompanhamento de índices.

Já os riscos representam todas as ameaças e impactos que podem atingir uma empresa, e, mais do que reconhecê-las, ao aplicar o GRC é possível preveni-las. "Quando temos todas as ameaças mapeadas, fica muito mais fácil agir. Implementar controles que possam prevenir ou mostrar quando algo não vai bem, pode ser o diferencial entre o sucesso e fracasso de uma ação", diz Dario.

Assunto em alta, cercado de temas consistentes como o LGPD, o compliance nada mais é do que seguir as regulamentações e normas - tanto internas, quanto externas, sejam impostas por órgãos regulatórios ou governo. De maneira geral, seguir o compliance faz com que os usuários sejam protegidos e a empresa atue de maneira sincera, ficando longe de multas e reforçando a credibilidade. "O cliente é sempre o melhor amigo de uma empresa. Ao amarrarmos todas as exigências do GRC, conseguimos solidificar a confiança entre clientes, usuário e corporação, oferecendo soluções inteligentes e individuais", finaliza Dario.

Como implementar a GRC?

Com anos de experiência no mercado de segurança da informação, a Strong Security Brasil atua oferecendo cursos capacitantes e soluções que previnem e retém possíveis ataques. Além de transformar profissionais em verdadeiros protetores de dados, a empresa também terceiriza seu serviço. Saiba mais: www.strongsecurity.com




Website: http://www.strongsecurity.com
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp