20/02/2020 às 15h48min - Atualizada em 20/02/2020 às 15h48min

Colégios de São Paulo vão cair na folia ao som das tradicionais marchinhas carnavalescas

COMMUNICA BRASIL
Os alunos de colégios de São Paulo e Alphaville vão celebrar o Carnaval com diversas atividades pedagógicas desenvolvidas pelas instituições durante a semana que antecede o feriado. Além disso, serão realizados bailes internos em que os pequenos irão cair na folia ao som de tradicionais marchinhas.
 
O Colégio Brasil Canadá – instituição bilíngue (português/inglês) – aproveita para trabalhar os assuntos relacionados à data durante as aulas de música, trazendo aos alunos um pouco da história e das comemorações em diferentes lugares do mundo. Para coordenadora pedagógica do Colégio, Bruna Elias, essas atividades possuem grande importância pedagógica: “É a oportunidade de celebrar algo que faz parte da nossa cultura, trazer fatos históricos sobre a festa e relembrar sobre as diferentes formas de comemoração ao redor do mundo, fazendo com que os alunos respeitem e valorizem as diferenças”, diz Bruna.
 
Na sexta-feira (21) que antecede o feriado, a instituição realiza um baile com a participação de todas as turmas (Ensino Infantil e Ensino Fundamental), em diferentes horários. As crianças podem ir fantasiadas, e muitas aproveitam para confeccionar seus adereços nas aulas de artes, música ou projetos.
 
Os alunos do Colégio Humboldt, instituição bilíngue e multicultural (português/alemão), localizada em Interlagos (SP), fazem a decoração e instrumentos musicais, como chocalhos, por exemplo, para a festa de Carnaval, que ocorre em 21 de fevereiro. Neste dia, as crianças vão fantasiadas e desfilam ao som das marchinhas brasileiras e de músicas folclóricas alemãs. Em sala de aula, eles também aprendem sobre como é comemorado o Carnaval na Alemanha e no Brasil.
 
“O carnaval da Educação Infantil e do 1º ano do Ensino Fundamental é trabalhado, visando uma comparação entre os dois países, Brasil e Alemanha”, explica Mariane Bischof, coordenadora do Integral da Educação infantil do Colégio Humboldt. “Durante as aulas de língua alemã, contamos e ouvimos das crianças como elas comemoravam o carnaval aqui no Brasil e depois, procuramos responder: ‘Como será que se comemora o Carnaval da Alemanha e Europa?’. As professoras contam que na Alemanha, depois de um longo inverno com muita neve, o carnaval chega para espantar o frio. “As fantasias são diferentes, geralmente de bruxas, reis e palhaços. Os blocos fantasiados circulam pelas ruas das cidades jogando muitas balas ou doces para a criançada”, enfatiza.
 
No Colégio Mary Ward, instituição localizada no Tatuapé, a sexta-feira (21) véspera do feriado abre espaço para um desfile de bloquinhos de Carnaval interno para todas as turmas do Ensino Infantil e Ensino Fundamental I. “Nesse mesmo dia durante as aulas de artes, as crianças confeccionarão as máscaras e adereços que irão utilizar na festividade”, diz Cesar Marconi, diretor pedagógico da instituição.
 
Já as turmas do Kids (Educação Infantil) e do Juniors (Ensino Fundamental) da Escola Internacional de Alphaville, escola brasileira de educação internacional localizada em Barueri (Grande São Paulo), vão celebrar a data e cair na folia ao som das tradicionais marchinhas, no próximo dia 20/02. Segundo Jacqueline Cappellano, coordenadora do Kids, a Escola aproveita a grande festa carnavalesca para trabalhar atividades pedagógicas que incentivem a criatividade dos alunos nas aulas de artes. “Além de máscaras individuais ou coletivas, eles também criam fantasias e colagens que depois serão usados durante o nosso baile de carnaval”, explica ela.
 
No dia do baile, os professores de música da Escola, munidos de instrumentos, passarão em todas as salas tocando e cantando as marchinhas de Carnaval e convidando a todos para participarem à festa. “Esta atividade é parte de um programa de indagação relacionado ao IB - International Baccalaureate® World School, programa acadêmico fundado na Suíça, que prima pelo rigor acadêmico, o método de avaliação e a ênfase no desenvolvimento pessoal dos alunos”, explica Jacqueline.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp