06/04/2020 às 08h42min - Atualizada em 06/04/2020 às 08h51min

A partir de 2020, educação financeira é obrigatória nas escolas de todo o Brasil

A decisão de implantar a nova disciplina é do Ministério da Educação, visando solucionar, ainda que a longo prazo, antigos e recorrentes problemas do País: o endividamento e a inadimplência.

DINO
https://www.estudesemfronteiras.com/novo/


As escolas brasileiras estão tendo que se adaptar às novas regras da BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Uma das principais diz respeito à matéria Educação Financeira, que, a partir deste ano, passou a ser obrigatória na grade curricular.

A decisão de implantar a nova disciplina é do Ministério da Educação, visando solucionar, ainda que a longo prazo, antigos e recorrentes problemas do País: o endividamento e a inadimplência. De acordo com a Abefin (Associação Brasileira de Educadores financeiros), "a obrigatoriedade do tema desde o ensino básico, como determinou a BNCC, com certeza trará grandes resultados. Pois é nesse período que se tem a melhor absorção dos conteúdos, mostrando aos jovens uma realidade básica: é preciso lidar com o dinheiro de forma inteligente".

Educação financeira é investimento que trará retorno ao País

Além da obrigatoriedade da disciplina Educação Financeira, hoje, já existem 300 mil crianças e adolescentes por todo o território nacional recebendo educação financeira por meio do Programa DSOP - Educação Financeira nas próprias escolas. Os materiais já chegaram a mais de 115 cidades e 22 estados brasileiros.

O ministério acredita que a educação financeira é um investimento para promover mudança cultural, tendo em vista que o ambiente escolar é favorável ao ensino de disciplinas sobre gestão de dinheiro. Os pais dão todo o apoio, já que também serão beneficiados no futuro.

Crianças devem receber educação financeira desde cedo

A Abefin acredita que crianças têm discernimento suficiente para aprender a lidar com finanças. Ainda novas, com 5 ou 6 anos, reconhecem o papel do dinheiro como uma forma de adquirir produtos e serviços desejados. Isso significa ser possível o surgimento de futuras gerações com pessoas mais independentes financeiramente, que cumpram com suas obrigações e, por isso, sejam mais felizes.

A educação financeira não exige apenas dos alunos. Os professores devem estar capacitados e dominar o tema para repassar os conhecimentos de forma correta. Felizmente, hoje eles encontram cursos online para capacitação integrada e contínua.

Famílias já estão se beneficiando da educação financeira

As famílias já estão notando os primeiros resultados graças ao Programa DSOP Educação Financeira nas escolas, o que está ajudando a levar o curso para outros locais do Brasil. Além disso, todos os alunos que têm acesso à educação financeira estão constantemente participando e incitando conversas relacionadas às finanças da família.

Cursos online fornecem o que é necessário aos professores

Hoje, os professores precisam buscar meios de capacitação contínua para que estejam sempre alinhados com novos conhecimentos. Um curso online pode ser a melhor alternativa para quem quer se tornar um profissional mais qualificado.

O portal Estude Sem Fronteiras oferece cursos de extensão, aperfeiçoamento, aprimoramento e de pós-graduação, tudo 100% online para que os profissionais possam se qualificar estando em qualquer lugar.
Ao navegar pelo site, é possível conhecer todos os cursos online oferecidos e a quais áreas de conhecimento pertencem.



Website: https://www.estudesemfronteiras.com/novo/
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp