08/05/2020 às 10h27min - Atualizada em 08/05/2020 às 13h42min

Nova vacina de imunocomplexo protege os frangos contra doença de Gumboro

Parte de “um ciclo completo de proteção” contra essa endemia, que pode acarretar perda de imunidade das aves, a vacina Vaxxon IBD IMC foi lançada em LIVE do Biovet Vaxxinova.

DINO
http://www.biovet.com.br
Ilustração da vacina de imunocomplexo para doença de Gumboro: cepa W2512


Altamente contagiosa, a doença de Gumboro exige cuidados constantes para não causar prejuízos econômicos à indústria avícola. Também conhecida como doença infecciosa da bursa (IBD), a enfermidade pode acarretar perda de imunidade (imunossupressão) se não for tratada corretamente. Com isso, aumenta a chance de intercorrências sanitárias secundárias, diminuindo o desempenho zootécnico das aves, ou, inclusive, elevação das taxas de mortalidade nos casos clássicos da doença, que podem chegar até 30% do lote.

"Trata-se, portanto, de uma doença endêmica na avicultura", explica Gustavo Schaefer, gerente técnico nacional da Unidade de Negócios Avicultura do Biovet Vaxxinova. "Assim, o controle dessa enfermidade deve ser feito de forma integrada por meio de um programa de biosseguridade, incluindo a aplicação de ferramentas estratégicas de imunização, como o uso de vacinas", esclarece o médico veterinário.

Para abordar desse tema, a empresa de saúde animal Biovet Vaxxinova realizou (terça-feira, 05/05) uma LIVE para imprensa AGRO. Entre outras soluções, a marca apresentou um programa exclusivo e integrado de controle da doença de Gumboro. O grande destaque da coletiva on-line foi o lançamento da vacina Vaxxon IBD IMC, composta à base de antígeno mais anticorpo do vírus causador da enfermidade, uma tecnologia conhecida como imunocomplexo.

"Com a vacinação sucessiva das aves, somada ao programa de monitoramento e biosseguridade que oferecemos aos clientes, nós alcançamos o chamado 'esfriamento' do vírus no campo", afirma o diretor de negócios avicultura Jeovane Pereira. "Isso ocorre devido à redução da pressão de infecção endêmica da doença, pois as aves imunizadas deixam de permitir a replicação do vírus de campo, ao passo que a cepa vacinal aumenta a imunidade e possui a capacidade de colonizar os galpões aviários de forma positiva".

Assim, tanto pela imunização das matrizes quanto pela vacinação "in ovo", feita ainda na etapa do incubatório, alcança-se um ciclo completo de proteção pela Vaxxon IBD IMC. Isso neutraliza os efeitos negativos da doença de Gumboro. E o resultado, segundo o Biovet Vaxxinova, é a maior eficiência zootécnica das aves em termos de diminuição da mortalidade, redução das condenações no abatedouro, aumento da conversão alimentar e ganho de peso diário dos frangos.



Website: http://www.biovet.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp