12/06/2020 às 16h25min - Atualizada em 13/06/2020 às 00h03min

Dia dos Namorados: a conexão da lingerie nesta data especial

Com o Dia dos Namorados chegando, cada vez mais casais investem em jantares, presentes delicados ou demonstrações de afeto, mas a verdade é que não há nada mais poderoso do que fazer uma surpresa para o seu par que envolva desejo e muita tentação como uma bela lingerie.

DINO
http://www.clicksophia.com.br
Lingerie para o dia dos namorados


Quem disse que o romantismo não pode ter lá a sua pitada de sensualidade? Com o Dia dos Namorados chegando, cada vez mais casais investem em jantares, presentes delicados ou demonstrações de afeto, mas a verdade é que não há nada mais poderoso do que fazer uma surpresa para o seu par.

Para isso, contar com uma lingerie especial é uma estratégia que tem sido utilizada há tempos e se padronizou entre os casais como um método eficaz para reacender os laços da paixão e tornar este momento único.

Uma peça histórica e revolucionária
Lingerie é uma roupa de baixo, visualmente atraente, que foi desenvolvida durante o final do século XIX pela pioneira Lady Duff-Gordon, que libertou as mulheres de espartilhos mais restritivos. Assim, esses adereços se tornaram menores e menos volumosos, adicionando mais comodidade e bem-estar para as usuárias.

Dessa forma, na primeira metade do século XX, as mulheres passaram a usar roupas íntimas por três razões:

- Alterar sua forma externa. Primeiro, com espartilhos e, depois, com os sutiãs, patenteados pela primeira vez por Mary Phelps Jacob;

- Higiene;

- Pelo que era considerado um bom costume.

Contudo, quando as Guerras Mundiais eclodiram e as senhoras precisaram realizar as funções de trabalho dos homens em fábricas, foi criada uma demanda por roupas de baixo mais práticas, leves e arejadas, em um vislumbre do que seria conhecido atualmente.

Logo, os sutiãs receberam bojos acolchoados para acomodar os seios. Ademais, a linha da cintura das calcinhas também foi sendo reduzida, uma vez que as mulheres possuíam quadris curvos e bem torneados.

Com o passar do tempo e com a evolução, a década de 60 foi marcada pela liberação da silhueta feminina, junto com os costumes sociais. Com isso, a roupa de baixo se tornava cada vez menor e iniciava, dessa maneira, a glamourização da lingerie. Este era um preceito do que viria no século XXI: a expansão de uma peça que dominaria o imaginário das mulheres.

Sucesso no Dia dos Namorados
A procura por peças ousadas e sensuais é indispensável em épocas como o Dia dos Namorados. Para se ter uma ideia, em 2015, o Sindicato das Indústrias do Vestuário de Nova Friburgo e Região, maior polo do segmento no Rio de Janeiro, já apontava que as vendas destes produtos, quando realizadas nesta data específica, superavam até mesmo as realizadas no Natal , momento em que o mercado está completamente aquecido e que os consumidores estão comprando em grande quantidade.

Números de 2015, no entanto, não ficaram estagnados apenas naquele ano. Atualmente, mesmo com o fechamento da maioria dos comércios e com a presença de uma pandemia mundial, muitos casais podem estar impossibilitados de comemorar, visto o isolamento social presente no país.

Ainda assim, isso não foi motivo para que a busca por estes itens decaísse. Grandes empresas, sejam físicas ou e-commerce, já estão se preparando para a data comemorativa e, mais do que isso, conseguem perceber claramente que o consumo tem aumentado graças à chegada do dia reservado exclusivamente para os casais.

Uma gigante do mercado, inclusive, teve um crescimento de 400% durante a fase de isolamento - o que aponta um aumento do uso destas peças e, acima de tudo, um empenho feminino, conforme a data se aproxima. Haja vista que, mesmo distantes, a tecnologia pode auxiliar muitos casais a se encontrarem virtualmente e celebrarem o momento.

Efeito psicológico da lingerie
Uma boa lingerie é uma forma de apimentar a relação. Isso porque, de acordo com o Fashion Psychology, ela evoca emoções e aborda diretamente a identidade e o corpo, sendo uma forma de autoexpressão que pode ser vista como uma quebra de tabus para as mulheres.

Principalmente porque jovens e senhoras foram oprimidas por séculos e, atualmente, se sentem mais confortáveis em ousarem e serem francas sobre seus desejos, o que se reflete na relação com o parceiro e em suas vidas sexuais.

Ainda assim, uma pesquisa realizada pela Cosmopolitan comprovou que apenas 36% delas afirmam que usam uma lingerie sensual para agradar o parceiro. Este é um número abaixo do esperado e que precisa ser transformado, disseminando a ideia de que esses modelos de peças íntimas podem e devem fazer parte do cotidiano, evitando que o relacionamento caia na rotina e trazendo mais tempero para o que o casal já possui.

Por este motivo, muitas estão aproveitando que o Dia dos Namorados está chegando e utilizam a data para elaborar a surpresa que sempre quiseram fazer para o seu amor, mas nunca tiveram coragem.

Um presente para os dois
É um fato que muitos homens se sentem visualmente atraídos por parceiras com lingeries. Afinal, psicologicamente, eles são seres mais visuais do que as mulheres e tendem a dar mais atenção sexual a tudo o que possam ver, como aponta um estudo publicado pela Fractal.

Assim, tendo isso em vista, resta pouco espaço para outros sentidos, como o paladar, o olfato ou até mesmo a audição. E isso, inclusive, é um ponto que muitas mulheres utilizam para agradar os parceiros, utilizando de artifícios que possam aumentar o interesse de forma visual, como o uso de conjuntos de calcinhas e sutiãs que sejam mais atraentes.

No entanto, é importante ter em mente que este não precisa ser um presente apenas para o namorado, marido ou noivo. Muito pelo contrário. Utilizar uma lingerie pode ser uma estratégia para muitas mulheres se sentirem bem consigo mesmas e mais poderosas, além de elevar a autoestima.



Website: http://www.clicksophia.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp