15/09/2020 às 19h10min - Atualizada em 16/09/2020 às 00h03min

SL Green comemora inauguração histórica da One Vanderbilt Avenue

Torre de 1.401 pés redefine o horizonte de Manhattan, transforma o local de trabalho moderno e reafirma o futuro da cidade de Nova YorkInvestimento privado de US$ 220 milhões da SL Green no domínio público divulgado, que inclui uma nova praça pública, corredor de trânsito e melhorias que aumentam a capacidade no Grand Central Terminal

DINO

SL Green Realty Corp. (NYSE: SLG), a maior locadora de escritórios de Manhattan, junto com seus parceiros Hines e National Pension Service of Korea marcaram hoje a inauguração da One Vanderbilt Avenue, uma torre que define o horizonte no coração do East Midtown. A liderança da SL Green foi acompanhada em uma cerimônia de inauguração por funcionários do governo e do trânsito, líderes trabalhistas, inquilinos de edifícios e equipe de desenvolvimento para comemorar a abertura oficial do mais novo ícone da cidade de Nova York. O edifício recebeu seu Certificado Temporário de Ocupação oficial em 11 de setembro.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20200915006335/pt/

Standing 1,401 feet tall and totaling 1.7 million square feet, One Vanderbilt offers an unparalleled package of amenities, innovative office design, technology offerings, best-in-class sustainability practices and a prime location at the doorstep of Grand Central Terminal. The iconic tower is the tallest office tower in Midtown Manhattan. (Photo: Business Wire)

Standing 1,401 feet tall and totaling 1.7 million square feet, One Vanderbilt offers an unparalleled package of amenities, innovative office design, technology offerings, best-in-class sustainability practices and a prime location at the doorstep of Grand Central Terminal. The iconic tower is the tallest office tower in Midtown Manhattan. (Photo: Business Wire)

Standing 1,401 feet tall and totaling 1.7 million square feet, One Vanderbilt offers an unparalleled package of amenities, innovative office design, technology offerings, best-in-class sustainability practices and a prime location at the doorstep of Grand Central Terminal. The iconic tower is the tallest office tower in Midtown Manhattan. (Photo: Business Wire)

Com 1.401 pés de altura (427,02 m), o One Vanderbilt é a nova sede de várias das principais empresas financeiras, bancárias, jurídicas e imobiliárias do mundo, e está quase 70% alugado. O arranha-céu de 1,7 milhões de pés quadrados (157.935,17 m²) oferece um pacote incomparável de comodidades, design de escritório inovador, ofertas de tecnologia, as melhores práticas de sustentabilidade e uma localização privilegiada na porta do Grand Central Terminal.

"Hoje, temos o orgulho de inaugurar oficialmente o One Vanderbilt Avenue e adicionar um novo monumento ao horizonte incomparável de Manhattan, contribuindo para a revitalização do East Midtown e proclamando um futuro brilhante para a maior cidade do mundo", disse Marc Holliday, presidente e diretor financeiro da SL Green. "O One Vanderbilt já é o melhor endereço em Manhattan, sede de empresas líderes no mundo e lar dos mais incríveis espaços e vistas da cidade de Nova York. O One Vanderbilt também é uma prova de até onde uma parceria público-privada pode chegar para fortalecer a cidade de Nova York, e hoje, estamos entusiasmados em oferecer aos nova-iorquinos uma extraordinária variedade de melhorias públicas financiadas com recursos privados no Grand Central Terminal e em seus arredores."

Parceria público-privada

O One Vanderbilt representa um novo modelo de como o setor privado e o governo podem trabalhar juntos para oferecer benefícios de infraestrutura pública essenciais, criado em parceria com a cidade de Nova York e a Autoridade de Transporte Metropolitano como parte do rezoneamento histórico do East Midtown.

Hoje, a SL Green divulgou um pacote de US$ 220 milhões de melhorias em espaços públicos abertos e infraestrutura de trânsito que ajudarão a diminuir o congestionamento e a superlotação nas plataformas do metrô, melhorar a circulação dentro e ao redor do terminal e criar novos caminhos diretos para as ferrovias regionais.

As melhorias de infraestrutura incluem um novo corredor de transporte público de 4.000 pés quadrados (371 m²) dentro da torre, que oferece conexões aprimoradas para a Metro-North Railroad (ferrovia), o ônibus para a Times Square e a futura estação ferroviária de Long Island como parte do próximo projeto East Side Access. Adjacente ao corredor de trânsito encontra-se uma nova praça de pedestres de 14.000 pés quadrados (1.300 m²) na Vanderbilt Avenue, entre as 42nd e 43rd Streets East.

A SL Green também construiu duas novas entradas de metrô ao nível da rua e reabriu a Mobil Passageway, que conecta a Grand Central a uma nova entrada na esquina sudeste da 42nd Street e Lexington Avenue. A circulação dentro da estação de metrô da Grand Central também foi significativamente melhorada, com um aumento de 37% no espaço de circulação do mezanino, novas escadas entre o mezanino e os níveis da plataforma das linhas 4, 5, 6 e 7 do metrô para facilitar o acesso, incluindo um novo Elevador ADA, novas escadas rolantes e elevadores, catracas e portões adicionais e escadas junto ao ônibus para a Times Square. Estas modificações evitarão o congestionamento nas plataformas, resultando em pelo menos um trem adicional por hora na estação.

As melhorias de trânsito da SL Green no Grand Central Terminal complementam o 42 St Connection Project da MTA Construction & Development. Quando concluído, o 42 St Connection Project conectará com mais facilidade o corredor de trânsito sob a 42nd Street para tornar a transferência mais fácil, reduzir o tempo geral de deslocamento aos clientes e expandir o acesso ao sistema para clientes com deficiências, tornando acessível a linha 42 St Shuttle. Mais de 1,1 milhão de pessoas passam pelo corredor 42 St todos os dias - um número maior do que o número de passageiros de todo o sistema de metrô e ônibus de Boston em um dia inteiro.

"À medida que reconstruímos uma cidade mais justa e melhor, vamos precisar, mais do que nunca, de projetos de desenvolvimento bem estruturados como o One Vanderbilt", disse o prefeito de Nova York, Bill de Blasio. "Parcerias público-privadas como estas ajudarão a cidade de Nova York a se recuperar e ficar muito mais forte, além de revitalizar importantes centros de negócios como o Midtown East no processo. Tenho orgulho de estar aqui hoje com nossos parceiros na comunidade empresarial e estou ansioso para trabalhar com eles em outros projetos ousados e ambiciosos no futuro."

"Agora, mais do que nunca, precisamos demonstrar aos nossos companheiros nova-iorquinos que ainda somos capazes de realizar grandes feitos nesta cidade. A conclusão e inauguração do One Vanderbilt é um deles. Sobretudo para aqueles que trabalham, moram e se deslocam pelo bairro da Grand Central, eles verão um impacto imediato em sua qualidade de vida por meio dos benefícios públicos que conseguimos garantir", disse Gale A. Brewer, presidente do distrito de Manhattan. "Desde aprimoramentos no trânsito nas plataformas do metrô, conexões diretas até as linhas regionais, além de uma nova praça pública fora da Grand Central, estas são melhorias substanciais que irão beneficiar esta comunidade nos próximos anos. Quero agradeceràSL Green por ser uma grande parceira e continuar a revitalização contínua do East Midtown em um dos principais distritos de negócios do mundo."

"O rezoneamento do East Midtown ofereceu uma tremenda oportunidade de modernização do Midtown, ao mesmo tempo que conecta um novo crescimento ao transporte público e espaços abertos", disse Keith Powers, membro do conselho. "Hoje, One Vanderbilt é o primeiro grande projeto a atingir este objetivo. Consequentemente, todos nós podemos esperar que os nova-iorquinos usem as novas atualizações do metrô e o espaço público ao redor da Grand Central no futuro."

"A Grand Central está entre as estações de metrô mais movimentadas de Nova York - e do mundo inteiro. A capacidade adicional de entrada e saída oferecida por estas atualizações de última geração tornará a estação mais fácil de se navegar e melhorará a experiência do cliente", disse Janno Lieber, presidente da MTA Construction and Development. "O projeto também demonstra como a nova organização da MTA C&D está tirando proveito do investimento privado para entregar projetos de maneira mais rápida, melhores e mais baratos. One Vanderbilt é a prova do ressurgimento do East Midtown, sendo que a conclusão do East Side Access em 2022 consolidará o status de primeira linha do distrito."

Sede das principais empresas jurídicas, financeiras e bancárias do mundo

Com uma lista robusta de inquilinos de empresas financeiras, bancárias, jurídicas e imobiliárias de primeira linha, o One Vanderbilt está quase com 70% de sua capacidade alugada. Os inquilinos incluem TD Securities, uma empresa bancária e de investimento de liderança que oferece vários produtos e serviços de mercado de capitais, e o TD Bank, o banco mais conveniente das Américas, um dos dez maiores bancos dos EUA; empresas de patrimônio privado como a The Carlyle Group, KPS Capital Partners, Oak Hill Advisors, InTandem Capital, SageWind Capital e Sentinel Capital Partners; os prestigiosos escritórios de advocacia Greenberg Traurig e McDermott Will & Emery; a empresa financeira alemã DZ Bank; fundo de investimentos imobiliários de capital aberto MFA Financial Inc.; e SL Green Realty Corp.

"Como o maior inquilino, o projeto One Vanderbilt da TD é um reflexo do nosso crescimento e compromisso com a cidade de Nova York", disse Greg Braca, presidente e diretor executivo do TD Bank, o banco mais conveniente das Américas. "O nosso desejo de consolidar várias instituições em um edifício icônico cria um campus progressivo voltado ao cliente para nossos colegas, clientes e comunidade. O One Vanderbilt abrigará várias unidades de negócios, incluindo a TD Securities e o TD Bank, o banco mais conveniente das Américas, que exibirá orgulhosamente uma fachada de loja da TD no térreo a nossos clientes que moram, trabalham e visitam a Big Apple."

Design icônico

Kohn Pedersen Fox (KPF) Associates é responsável pelo design icônico do One Vanderbilt, que compreende quatro planos entrelaçados e estreitos que espiralam em direção ao céu. Na base da torre, uma série de cortes em ângulo no lado sul do bloco cria uma procissão visual até o Grand Central Terminal, revelando o canto Vanderbilt da magnífica cornija do Terminal - uma vista que está obstruída há quase um século. A fachada de terracota da torre, que incorpora as mesmas placas distintas do teto encontradas em todo o Grand Central Terminal, proporcionaàestrutura elevada uma textura natural e luminosa. O American Institute of Architects (AIA) reconheceu o One Vanderbilt e o KPF com o prestigioso Prêmio AIANY de Mérito em Design Urbano de 2018.

"A torre do One Vanderbilt relembra a época de ouro da arquitetura de arranha-céus de Nova York. Como uma torre de ponta cônica e base retangular, seu topo proeminente une os edifícios Empire State e Chrysler no horizonte", disse James von Klemperer, presidente e diretor de design da KPF. "Ao mesmo tempo, o design confere ao edifício uma nova relevância de propósito social e ambiental. O novo edifício se conecta espacial e programaticamente ao Grand Central Terminal. Estamos muito felizes por termos sido capazes de projetar um arranha-céu comercial que atende às agendas essenciais de hoje, com uma construção sustentável e enriquecimento de domínio público. No geral, o projeto já provou ser um incentivo para o East Midtown, abrindo caminho a um rejuvenescimento progressivo do histórico CBD de Manhattan."

Inovação em bem-estar e sustentabilidade

Como líder global em iniciativas ambientais, sociais e de governança, a SL Green investiu US$ 17 milhões em recursos de sustentabilidade no One Vanderbilt para garantir que a torre mantenha uma das emissões de carbono mais baixas em edifícios de escala semelhante na cidade de Nova York. A torre foi construída com vergalhões de aço compostos de 90% de conteúdo reciclado e apresenta tecnologias de ponta, incluindo sistemas de cogeração de 1,2 MW e de coleta de água da chuva de 90.000 galões, e regula o isolamento para aquecimento e resfriamento através de seus vidros de alto desempenho. O One Vanderbilt está a caminho de receber várias distinções ambientais, incluindo os mais altos níveis de certificações LEED e WELL.

O One Vanderbilt irá incorporar a iniciativa "SL Green Forward", que promove um alto grau de segurança, limpeza e bem-estar aos inquilinos. O One Vanderbilt terá um único aplicativo autônomo, com controle de acesso para locatários, gerenciamento de visitantes e chamada de elevador para permitir que os inquilinos e convidados se movam através de uma experiência sem contato e sem toque por catracas a elevadores. O edifício oferecerá controles de engenharia, como filtragem MERV-16 e aumento do ar externo. A SL Green implantou o Silent Sentinel, uma tecnologia de imagem térmica com capacidade de ler 100 pessoas por minuto para evitar longas filas.

Construído por nova-iorquinos, para nova-iorquinos

O One Vanderbilt foi construído antes do previsto e abaixo do orçamento por uma equipe totalmente sindicalizada, sob a liderança e supervisão em construções da AECOM Tishman, que incluiu mais de 3.000 trabalhadores ao longo de quase quatro anos. Em seus níveis de pico de atividade, mais de 1.400 trabalhadores estavam no local diariamente, enquanto trabalhavam para concluir o projeto. Além disso, o projeto envolveu cerca de cinquenta subempreiteiras. A icônica torre apresenta mais de 26 mil toneladas de aço feito e fabricado nos Estados Unidos e 74 mil metros cúbicos de concreto.

O compromisso com o sindicato dos trabalhadores no One Vanderbilt continuará durante a operação do edifício. Com ocupação plena, as operações do One Vanderbilt consistirão em quase 150 funcionários sindicalizados com a 32BJ SEIU, Local 94 e NUSOG, sendo representados entre as categorias.

"Devidoàparceria entre a SL Green e a 32BJ no One Vanderbilt, os nova-iorquinos da classe trabalhadora se beneficiarão de novos empregos de alta qualidade em um momento em que são muito necessários", disse Kyle Bragg, presidente da 32BJ SEIU. "No meio de uma pandemia, este projeto exemplifica como um novo empreendimento pode oferecer oportunidadesàconstrução para prestadores de serviço e suas famílias e comunidades."

"O One Vanderbilt é um emblema de valores que definiram o Gerald Hines e seu legado de emparelhar as melhores parcerias da classe e projetos icônicos. Seu design marcante honra a responsabilidade da evolução da tradição de arranha-céus da cidade de Nova York", disse Tommy Craig, diretor geral sênior da Hines. "A execução perfeita, apesar dos muitos desafios da última década, reflete a qualidade e o trabalho árduo de toda a equipe de projetos e a força da parceria SL Green-Hines

"Queremos agradeceràSL Green por sua visão e liderança, e por nos incluir neste grande projeto", disse Jay Badame, presidente da AECOM Tishman. "Este edifício é mais do que um símbolo do ressurgimento do Midtown East, é um símbolo da resistência de Nova York e uma homenagem aos milhares de comerciantes que o tornaram realidade e que construíram nesta cidade. Já construímos ícones em Nova York antes, fizemos isso aqui e sabemos que vamos fazer novamente."

Comodidades incomparáveis, incluindo o restaurante de Daniel Boulud e a área de observação

No primeiro trimestre de 2021, o chef de renome mundial Daniel Boulud abrirá o restaurante no One Vanderbilt, denominado "Le Pavillon". O Le Pavillon ocupará 11.000 pés quadrados (1.022 m²) com elevações de 60 pés (18 metros) de pé direito, localizadas na parte sudeste do segundo andar, de frenteàGrand Central e com uma vista impressionante do Chrysler Building.

"Estou mais animado do que nunca por ter a oportunidade de dar vida ao Le Pavillon no One Vanderbilt. Estamos trabalhando incansavelmente para criar um oásis gastronômico no coração do Midtown que todos possam desfrutar. Nosso menu incluirá especialmente frutos do mar e vegetais, com forte influência local e sazonal. O Le Pavillon combina arquitetura e natureza, enquanto celebra todos os encantos da cidade de Nova York", disse o chef Daniel Boulud.

Todos os inquilinos do edifício terão acesso a um pacote incomparável de comodidades em edifícios de escritórios da cidade de Nova York, incluindo um andar de comodidades de 30.000 pés quadrados (2.787 m²) apenas para inquilinos com espaços de reunião de grande formato, lounge estilo clube, ofertas de alimentos curados e um terraço externo extraordinário de frente para a Grand Central. Pisos de escritório apresentam laje de altura de 4 m a 7 m, placas de piso sem colunas, vistas deslumbrantes de 360 graus através de janelas do chão ao teto e a melhor infraestrutura da categoria. O One Vanderbilt também terá um observatório, com o segundo terraço ao ar livre mais alto da cidade de Nova York.

Vinte anos em construção

A jornada do One Vanderbilt começou em 2001, quando a SL Green adquiriu na 317 Madison Avenue, o primeiro dos quatro edifícios que anteriormente ficavam no local. Duas outras propriedades - na 331 Madison Avenue e na 48 East 43nd Street - foram adquiridas em 2007, e a propriedade final - na 51 East 42nd Street - foi adquirida em 2011. Os planos iniciais para o One Vanderbilt foram anunciados em 2013 como parte dos planos iniciais da cidade para rezonear o East Midtown, com um plano atualizado apresentado em 2014 como parte do Vanderbilt Corridor Rezoning que incluiu US$ 220 milhões em melhorias de domínio público no e ao redor do Grand Central Terminal. O One Vanderbilt foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal em maio de 2015, e a demolição começou no fim daquele ano. Um lançamento formal do One Vanderbilt foi realizado em outubro de 2016. Em 2017, um empreendimento conjunto foi formado com a Hines e o National Pension Service of Korea.

"Este foi o desafio mais complexo que já enfrentamos, com incontáveis obstáculos regulatórios, políticos, jurídicos e de engenharia a cada passo do caminho. Houve muitos momentos em que foi difícil, mas por causa da nossa fé nesta cidade e neste projeto, perseveramos", disse Andrew Mathias, presidente da SL Green Realty Corp.

Food1st

A Food1st é uma fundação sem fins lucrativos iniciada em abril pela SL Green em parceria com o chef Daniel Boulud para aliviar a contínua escassez de alimentos na cidade de Nova York, que foi ampliada nos últimos 5 meses. A missão da Food1st é ajudar a alimentar os nova-iorquinos e trabalhadores de serviços de emergência, com acesso limitado a alimentos, fazendo parceria com fornecedores de serviços de alimentação de uma forma que também ajude a revitalizar a indústria de serviços de alimentação da cidade de Nova York em um momento em que seus trabalhadores mais precisam. A Food1st arrecadou mais de US$ 3 milhões e serviu cerca de 350.000 refeições gratuitas até agora.

Em reconhecimentoàcerimônia de corte de fita, as parcerias do One Vanderbilt contribuíram com US$ 100.000 para a Food1st Foundation para preparar a entrega de 15.000 refeições gratuitas que serão distribuídas aos necessitados em 14 de setembro. Duas mil destas refeições serão entregues às comunidades no sul do Bronx, incluindo 1.000 refeições a funcionários da linha de frente do Lincoln Hospital.

"Para minha comunidade no sul do Bronx, o acesso a alimentos saudáveis e de qualidade é um problema antigo que a COVID tornou muito pior", disse Rafael Salamanca Jr., membro do conselho "Somos gratos às parcerias do One Vanderbilt e a todos na Food1st por seu compromisso com todos os nova-iorquinos e por lembrar que somos mais fortes juntos."

Para ver cenas extras, fotos e vídeos dos eventos do dia no One Vanderbilt, clique aqui.

Sobre a SL Green

SL Green Realty Corp., uma empresa S&P 500 e a maior locadora de escritórios de Manhattan, é um fundo de investimentos imobiliários totalmente integrado, ou REIT, que se concentra principalmente na aquisição, gestão e maximização do valor das propriedades comerciais de Manhattan. Em 30 de junho de 2020, a SL Green detinha participações em 96 edifícios, totalizando 41 milhões de pés quadrados (3.809.024,79 m²). Isto incluiu participações em 28,7 milhões de pés quadrados (2.666.317,35 m²) dos edifícios de Manhattan e 11,2 milhões de pés quadrados (1.040.514,09 m²) garantindo dívidas e investimentos em ações preferenciais.

Sobre a Hines

A Hines é uma empresa privada de investimento imobiliário global fundada em 1957, com presença em 225 cidades em 25 países. A Hines tem cerca de US$ 144,1 bilhões de ativos sob gestão, incluindo US$ 75,5 bilhões, aos quais Hines atua como administradora de investimentos, incluindo ativos não imobiliários, e US$ 68,6 bilhões, aos quais a Hines fornece serviços a nível de propriedades de terceiros. A empresa tem 165 empreendimentos em andamento no mundo inteiro. Historicamente, a Hines desenvolveu, reconstruiu ou adquiriu 1.426 propriedades, totalizando mais de 472 milhões de pés quadrados (43.850.236,58 m²). O portfólio atual de propriedades e gestão de ativos da empresa inclui 576 propriedades, representando mais de 246 milhões de pés quadrados (22.854.148,72 m²). Com ampla experiência em investimentos em todo o espectro de risco e todos os tipos de propriedades, além de um compromisso pioneiro com a sustentabilidade, a Hines é uma das maiores e mais respeitadas empresas imobiliárias do mundo. Acesse www.hines.com para mais informações.

Declaração prospectiva

Este comunicadoàimprensa inclui certas declarações que podem ser consideradas "declarações prospectivas" de acordo com o significado da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados de 1995 e devem ser cobertas pelas disposições de 'porto seguro' desta lei. Todas as declarações, exceto as declarações de fatos históricos, incluídas neste comunicadoàimprensa que tratam de atividades, eventos ou desenvolvimentos que esperamos, acreditamos ou prevemos que ocorrerão ou poderão surgir no futuro, são declarações prospectivas. As declarações prospectivas não são garantias de desempenho futuro e alertamos você a não depositar confiança indevida em tais declarações. Em geral, as declarações prospectivas são identificáveis pelo uso das palavras "pode", "irá", "deve", "espera", "antecipa", "estima", "acredita", "pretende", "projeta", "continua", ou a negação destas palavras, ou outras palavras ou termos semelhantes.

As declarações prospectivas contidas neste comunicadoàimprensa estão sujeitas a uma série de riscos e incertezas, muitos dos quais estão além do nosso controle, que podem fazer com que nossos resultados, desempenho ou realizações reais sejam materialmente diferentes dos resultados, desempenho ou realizações futuros expressos ou implícitos nas declarações prospectivas feitas pela empresa. Fatores e riscos ao nosso negócio, que podem causar resultados reais diferentes daqueles contidos nas declarações prospectivas, são descritos em nossos arquivos juntoàComissão de Valores Mobiliários. Estes riscos e incertezas incluem, mas não estão limitados a, riscos e incertezas potenciais referentes ao novo coronavírus (COVID-19).

SLG – GEN

Fonte: SL Green Realty Corp.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Matt DiLiberto

Diretor Financeiro

212.594.2700


Fonte: BUSINESS WIRE

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp