10/09/2022 às 09h21min - Atualizada em 10/09/2022 às 09h10min

Quem é Giselle Coléte

Candidata a Deputada Federal pelo Paraná

Giselle Coléte

Giselle Coléte

Giselle Coléte é fonoaudióloga, especialista em autismo, com experiência na área educacional. Cristã, mãe.

Meu nome é Giselle Coléte. Sou mais conhecida pelos meus pacientes e seus familiares como a “Tia Gi”. 

 

Sou fonoaudióloga especialista em Transtorno do Espectro Autista e amo minha profissão. Através dela tenho contato com a realidade de pessoas com diversas deficiencias, não apenas autistas. No que concerne o autismo, as leis já existem (Lei Berenice Piana 12.764 de 2012 e Lei Romeo Mion 13.977 de 2020), mas precisam serdevidamente aplicadas no Brasil — o que, por si só, exige um imenso trabalho de conscientização social envolvendo iniciativa pública, privada e filantrópica. Além de investimentos de recursos, estrutura e capacitação para  efetivação dos seus direitos. O processo de imposição do lockdown devido à pandemia atrasou muito para que a Lei Romeo Mion seja aplicada no país com inteireza, a começar pela carteirinha de identificação do autista, que facilita a identificação e garante direitos imprescindíveis tanto aos autistas como aos seus familiares, que também necessitam de assistência governamental para conseguirem cuidar de seus tutelados.

 

Sou natural de Ponta Grossa (Paraná), mas já morei em várias cidades em diversos estados brasileiros (de Norte a Sul). Parte dessas mudanças com minha família, devido a carreira de bancário do meu pai. E posteriormente como missionária em período integral numa denominação evangélica a qual me dediquei durante sete anos da minha vida, levando a Palavra e o amor de Cristo aos perdidos. Essa experiência me possibilitou presenciar a dura realidade das mais variadas classes sociais de muitas regiões e culturas diferentes em nosso país. 

 

Porém, apesar da triste realidade, o amor cristão e, também, o amor que os familiares e amigos sentem por seus entes queridos com necessidades especiais me dá força e coragem para aceitar essa missão: a de lutar para que as leis já existentes no Brasil sejam aplicadas e que possamos viver em um país verdadeiramente preocupado com inclusão. Não apenas porque os autistas e demais indivíduos com deficiências e seus familiares são uma parcela da sociedade que paga imposto e deve ser representada, mas também por uma questão ética-moral. 

 

E por essa causa me tornei candidata a deputada federal. Vou lutar pelos direitos dos meus pacientes! Para que a lei seja cumprida e pela família!

 
Link
Leia Também »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp