07/08/2019 às 23h27min - Atualizada em 07/08/2019 às 23h27min

É preciso fazer algo!

A cada 11 minutos 1 MULHER é estuprada no brasil

A cada 11 minutos 1 MULHER é estuprada no brasil

​De acordo com estimativas de subnotificação, os dados disponíveis podem representar apenas 10% do total real de estupros. Ou seja, estima-se que 90% dos estupros NÃO SÃO DENUNCIADOS.
 
Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006)

A Lei Maria da Penha aumentou o rigor das punições das agressões contra a mulher no ambiente doméstico ou familiar. Além de indicar a responsabilidade de cada órgão público para ajudar a mulher que está sofrendo a violência e estabelecer medidas protetivas de urgência 
Apenas 8% dos municípios brasileiros têm delegacias para a vítima. 
 
A Lei Maria da Penha classifica os tipos de abuso contra a mulher nas seguintes categorias: violência patrimonial, violência sexual, violência física, violência moral e violência psicológica.
 
Conheça algumas formas de agressões que são consideradas violência doméstica no Brasil:

1: Humilhar, xingar e diminuir a autoestima
 
2: Tirar a liberdade de crença
 
3: Fazer a mulher achar que está ficando louca
 
4: Controlar e oprimir a mulher
 
5: Expor a vida íntima
 
6: Atirar objetos, sacudir e apertar os braços
 
7: Forçar atos sexuais desconfortáveis
 
8: Impedir a mulher de prevenir a gravidez ou obrigá-la a abortar
 
9: Controlar o dinheiro ou reter documentos
 
10: Quebrar objetos da mulher
 
Quem ama não mata!
Nem sempre a violência deixa marcas visíveis. Há muitas formas de agredir uma mulher, seja com atitudes, palavras ou comportamentos abusivos. E a maioria das mulheres vítimas de violência sofre calada. Pode ser por vergonha, medo ou por não saber a quem pedir socorro.
Agressão contra a mulher é ato de covardia, não tenha medo denuncie.
Importante ressaltar que todas as mulheres não só hoje, mas todos os dias, sejam livres de qualquer tipo de violência e tenham resguardados seus direitos conforme prescreve a lei. Disque 180 e caso de violência.
 
‘’JUNTAS SOMOS MAIS FORTES’’
Não se esqueça que hoje estamos protegidas por leis especificas e programas de violência doméstica. Procure seus direitos de viver com dignidade.
 

Instagram

Facebook



 

Link
Relacionadas »
Comentários »

Eu gosto mais de ver sobre:

22.2%
11.1%
55.6%
11.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp