21/08/2019 às 17h08min - Atualizada em 21/08/2019 às 17h08min

Marília: Sarampo avança com cinco casos confirmados

Anderson

A Secretaria Municipal da Saúde de Marília confirmou ontem, terça-feira (20), mais casos de sarampo na cidade. No total já são cinco pessoas que contraíram a doença.
Segundo comunicado da prefeitura, três casos são autóctones e dois importados - o primeiro um morador de São Paulo em trânsito por Marília e o segundo um caminhoneiro de Marília que passou por vários estados. O total de casos suspeitos chega a 18.
A nova confirmação de um caso de sarampo veio do Jardim Tropical, bairro nobre na zona Leste de Marília. Trata-se de uma jovem de 18 anos que contraiu a doença na cidade. Além dela, a Vigilância Epidemiológica confirmou casos positivos, consecutivos, em duas crianças - ambas de dois anos - nos bairros Chico Mendes e Argollo Ferrão, na zona Oeste. “A Prefeitura de Marília convoca a população de parte do bairro Tropical a comparecer no posto volante montado na Avenida Vicente Ferreira (em frente ao Dallas Auto Posto) para verificação de vacina e imunização contra o sarampo. Caso confirmado foi registrado em moradora da região”, disse em nota.
Os agentes de saúde já estão mobilizados, enviando bilhetes casa a casa para convocar a população da região delimitada. O raio do bloqueio é de cinco quarteirões, mas é importante que os moradores da região aproveitem para verificar a situação da caderneta.
O plantão do posto volante irá funcionar das 9 às 19 horas, entre hoje (21) e sexta-feira (23). No sábado (24), o atendimento vai das 8 às 17 horas.

CONTROLE

A orientação a todos os moradores do município, especialmente das regiões mencionadas, é procurar uma unidade de saúde, munidos com a caderneta de vacinação para verificar a necessidade ou não da aplicação da vacina.
Dos 53 municípios com surto no País, segundo o Ministério da Saúde, o Estado de São Paulo tem 49 na lista.  Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, foram confirmados 1.319 casos da doença neste ano. Outros 6.556 aguardam resultado dos exames.
Desde a quinta-feira (15), as crianças que têm entre seis meses e um ano de idade também devem ser vacinadas contra o sarampo. A proteção está na vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola). Trata-se de uma iniciativa a mais, definida pela Secretaria de Estado da Saúde, para conter o surto no território paulista.

SARAMPO
A doença é infecciosa, considerada grave e pode até ser fatal. Sua transmissão ocorre por meio de vírus, quando a pessoa doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é a vacina.
Os principais sintomas são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido, mal-estar intenso, entre alguns característicos de quadro viral.
Por serem muito parecidos com a gripe, os sintomas podem ser confundidos, o que reforça a importância de estar atento. É importante procurar um serviço de saúde para avaliação médica.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp