26/07/2021 às 15h18min - Atualizada em 26/07/2021 às 15h40min

Recuperação do turismo brasileiro pode ocorrer ainda em 2021

(*) Marcos Freitas Pereira

SALA DA NOTÍCIA NQM
https://wamcomercializacao.com
Divulgação
Após meses de incertezas, o setor de turismo vislumbra boas perspectivas, especialmente para os períodos de alta temporada em 2021 e 2022. A CVC maior operadora do Brasil destaca crescimento a partir do mês de setembro, enquanto as empresas aéreas sinalizam números melhores no segundo semestre de 2021. Sentimento que não é diferente na WAM Group, a maior do mundo no conceito de multipropriedade. Estamos preparados para fazer acontecer o melhor julho de todos os tempos com uma previsão de vendas de aproximadamente 7 mil contratos com VGV total de R$ 300 milhões.

Parte desse otimismo resulta do avanço da vacinação e de um cenário sem uma terceira onda. Com isso, somente a WAM, que opera com 26 empreendimentos em 15 destinos, contempla planos ousados para o segundo semestre de 2021. Estamos atentos a uma demanda reprimida e uma maior confiança por parte da população à medida que a vacinação avança. Embora exista tendência de inflação e desemprego, há uma boa parcela da população que acabou fazendo uma poupança forçada e anseia por viajar. Todos esses fatores nos levam a acreditar na recuperação do setor ainda em 2021.

Enfrentar toda essa crise não tem sido fácil. Nossa empresa representa uma carteira de 160 mil contratos vendidos, possui 4.000 colaboradores e 5.063 unidades destinadas a fomentar o turismo compartilhado pelo país. Numa comparação com a performance de venda da
WAM durante em março de 2020, primeiro mês do impacto, as vendas foram 55% menores do que as vendas do mesmo período em 2019.



Em abril de 2020 as vendas zeraram em função da paralisação total das nossas salas de vendas, dos parques e hotéis. No mês seguinte, houve uma reação gradativa, até que em outubro e novembro de 2020, retomamos o mesmo patamar pré-pandemia. Com o cenário crescente em dezembro, vislumbramos alcançar um crescimento 20% superior ao mesmo período de 2019, mas a 2ª onda baixou nossos resultados, uma queda que se estendeu em janeiro, mês de alta temporada. O Carnaval em fevereiro conseguiu impulsionar as vendas, mas os índices voltaram a cair nos meses seguintes.

Maio deste ano foi emblemático no quesito retomada, sendo possível reabrir as salas de vendas, parques e hotéis da WAM em 15 destinos. O mês sinalizou um período marcado pelo número crescente de vacinados. Em contrapartida, as restrições por parte dos governos municipais e estaduais foram reduzidas e houve um aumento da demanda pelo turismo até então reprimida em função da necessidade de isolamento e distanciamento. Esse resultado vem se mantendo e junho registrou um crescimento de 20% em relação ao período pré-pandemia.
 
O potencial turístico do Brasil é muito grande, sendo decisivo na geração de emprego e renda. Nessa fase de retomada, o turismo doméstico tem conquistado a preferência de quem deseja viajar. A WAM entende o atual momento e os inúmeros desafios. Defende todas as providências para que os protocolos sanitários sejam respeitados nas salas de vendas, nos hotéis e nos parques aquáticos.
 
 (*) Marcos Freitas Pereira é sócio e conselheiro da WAM Group
 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp