07/03/2022 às 12h56min - Atualizada em 08/03/2022 às 00h00min

Alexandre Pinhel une sustentabilidade e transmutação na exposição "Rapsódias Visuais", no Centro Cultural Correios SP, até 18 de março.

Obras criadas com materiais descartados enfatizam a preocupação com a sustentabilidade e seu poder de dar alma ao que não tinha valo

SALA DA NOTÍCIA PAULA MARIA CORREA RAMAGEM SOARES
Paula Ramagem
Divulgação
 
 
artista plástico neo-expressionista Alexandre Pinhel apresenta a exposição "Rapsódias Visuais", no Centro Cultural Correios SP, onde traz peças orgânicas, bem elaboradas e iluminadas que surgem a partir de seu trabalho cheio de energia vital e que encanta por sua sensibilidade. Além disso, o artista preocupa-se com a sustentabilidade, utilizando embalagens, sacolas, resíduos sólidos e materiais descartados em suas obras, o que pode ser visto nos murais abstratos criados a partir de painéis fotovoltaicos danificados.

Alexandre Pinhel conta histórias, suas peças ganham vida própria e inspiram, transmutam as emoções de cada observador e se revelam, provocando ainda mais surpresas. 'Rapsódias Visuais' vai até o dia 18 de março, com curadoria de Edson Cardoso e Lúcia Pinhel (regional).

SOBRE  RAPSÓDIAS VISUAIS

"Admirável! Inspirador! É o que vem à mente quando se vê uma peça criada pelo neo-expressionista Alexandre Pinhel. Com sua natureza inquieta e criatividade borbulhante, de modo surpreendente, ele dá forma a objetos descartados e elementos da natureza encontrados de forma aleatória. Não é somente seu lado racional ou estético, mas sua alma que trabalha nesse processo admirável dando vida ao que aos olhos da maioria não teria valor. Peças orgânicas, bem elaboradas e iluminadas surgem a partir de seu trabalho cheio de energia vital que encanta por sua sensibilidade. Percebe-se a alquimia, a transmutação de energia em cada peça! Cada obra conta uma história para quem a observa... suspense, drama, ação... e quando o segredo de cada uma é revelado por ele tudo fica ainda mais surpreendente!

Outra característica marcante do seu trabalho é a sustentabilidade. A preocupação com o planeta e as futuras gerações está sinalizada em cada peça por ele concebida. Em RAPSÓDIAS VISUAIS, Pinhel introduz uma novidade: Painéis fotovoltaicos danificados e transformados em murais abstratos. Uma nova forma de reciclar esses elementos cada vez mais presentes em nossa realidade cotidiana. Sua formação como engenheiro, as experiências vividas ao longo dos anos, sua aguçada curiosidade e apreço pelo conhecimento são contribuição significativa ao trabalho criativo desenvolvido por este artista que o levou a ser reconhecido pela Tota Pulchra: Associazione per la promozione sociale com sede em Roma – Itália." (Lúcia Pinhel)

SOBRE ALEXANDRE PINHEL

 Alexandre Pinhel é  engenheiro e artista plástico neo-expressionista brasileiro. Ele procura criar estética a partir de materiais descartados e resíduos sólidos, que são transformados a partir do uso de ar quente ou fogo e, em seguida, unidos por métodos químicos, mecânicos ou térmicos. Embalagens, garrafas e sacolas plásticas, pedaços de vidro quebrado, cerâmica, móveis, madeiras, folhas, pedras, peças de metal em geral são exemplos do tipo de material utilizado. A transformação deve garantir que o material processado não seja identificado pelo observador, que deve se surpreender ao ser informado sobre o segredo. Um aspecto importante do trabalho está no nome escolhido, que deve causar curiosidade e sugerir uma história, que será imaginada a partir da apreciação do objeto. Atualmente, está fazendo doutorado em Engenharia de Materiais, para avançar mais ainda na sua obra. Seus trabalhos podem ser vistos no site 
www.alexandrepinhel.com


EXPOSIÇÕES

•62º Salão de Artes Plásticas do Clube Militar – Prêmio especial do júri (Rio de Janeiro – Brasil) – 2015
•Exposição individual “Estética Intrínseca” – Centro Cultural do Clube Militar (Rio de Janeiro – Brasil)– 2016
•Exposição “Rio Antigo” – Centro Cultural do Clube Militar (Rio de Janeiro – Brasil) – 2016
•Exposição Individual “Mitologia Pessoal” – Centro Cultural do TRT (Rio de Janeiro – Brasil) – 2017 •63º Salão de Artes Plásticas do Clube Militar – Menção Honrosa (Rio de Janeiro – Brasil) – 2018
•Exposição coletiva “Artmosfera” – Centro Cultural do Tribunal Regional do Trabalho (Rio de Janeiro – Brasil) – 2018
•Exposição individual “Histórias Extraordinárias” – Centro Cultural Light (Rio de Janeiro – Brasil) – 2018
•Exposição individual “Conversa Tridimensional” – Centro Cultural Light (Rio de Janeiro – Brasil) – 2019 •Exposição individual “Absurdos Insustentáveis” – Museu da Justiça do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro – Brasil) – 2019
•Exposição individual “Absurdos Insustentáveis” – Museu da Justiça de Niterói (Niterói – Brasil) – 2020
•Exposição 90 anos do Cristo Redentor – Catedral Metropolitana (Rio de Janeiro – Brasil) – 2021
•5 a Bienal Europeia e Latino-americana (Helsinki, Finlândia) – 2021
•5 a Bienal Europeia e Latino-americana – Centro Cultural dos Correios (Rio de Janeiro, Brasil) – 2021

 
SERVIÇO

Exposição: 'Rapsódias Visuais'
Artista: Alexandre Pinhel
Instagram: @alexandre.pinhel
Curadoria: Edson Cardoso
Curadoria regional: Lúcia Pinhel

e-mail:[email protected] / 21. 99617.6412
Produção cultural: Edson Cardoso @cardosoedson_ava 

www.avagalleria.com
e-mail: [email protected] / 21. 98640.9899
Consultoria: Padre Omar Raposo
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
 
@_paula_r_soares

Local: Centro Cultural Correios São Paulo
Praça Pedro Lessa, s/n° - Vale do Anhangabaú - Centro - SP
Visitação: até 18 de março de 2022
Dias e horários: segunda a sexta, das 10h às 17h
 
Realização: Maelstrom / Zani Brazil Energias
Apoio: Tota Pulchra / Arte Vida Arte / ICELA - Instituto Cultural Europeu e Latino Americano /  RL Higiene / Centro Cultural Correios / Ministério das Comunicações / Pátria Amada Brasil

Censura livre
Gratuito
Acessibilidade

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp