13/04/2020 às 10h34min - Atualizada em 13/04/2020 às 10h34min

Como pode a automação residêncial favorecer o autoconsumo elétrico?

Para iluminar a casa, ter aquecimento e água quente, são muitas as pessoas pelo mundo que já estão apostando no autoconsumo elétrico como forma de se despedir das contas de luz. Mas o que não é tão conhecido é a forma como a domótica (automação residencial) pode ajudar esse auto-abastecimento de eletricidade. Você quer saber de que forma? Continue lendo.

Atualmente, os sistemas de iluminação das casas sofreram mudanças substânciais devido ao uso cada vez maior de energia renovável. Nas residências, o objetivo é que a luz seja um elemento de decoração, mas também que o consumo de eletricidade seja mínimo. É aqui que entra o autoconsumo elétrico.

Por autoconsumo elétrico ou fotovoltaico, é o uso principalmente de painéis solares para produzir e obter energia. Eles são responsáveis por transformá-la para diminuir o consumo em casa, empresa ou no prédio. 

Mas essa auto-suficiência pode ser promovida graças à automação residencial. Este conceito refere-se ao conjunto de sistemas tecnológicos capazes de automatizar e programar objetos em casa. O famoso Roomba, as persianas que sobem e descem com o apertar de um botão e os alarmes, são alguns exemplos de automação residencial. 

Dessa forma, sua instalação nos sistemas de iluminação e refrigeração ajuda a economizar energia e reduzir o consumo de eletricidade.

Como o autoconsumo e a automação residencial podem ser integrados?
    Painéis solares assistidos pela rede: por meio de uma instalação assistida e separada nas duas fases, energia monofásica e trifásica, os painéis solares podem ser controlados pelo usuário através de aplicações como a Sunny Webbox.
    Painéis solares rotativos: Da mesma maneira, muitos painéis solares giram automáticamente. Mas já existem vários dispositivos no mercado que permitem que as placas sejam movidas de acordo com a rotação do sol.
A priori, a integração do autoconsumo e da automação residencial parece ser uma tarefa complicada, mas a evolução da tecnologia permitiu que as casas de automação residencial fossem alimentadas única e exclusivamente por energia solar.

Vantagens da integração de autoconsumo elétrico e automação residencial
Os sistemas de automação residencial e autoconsumo têm grande valor estético em casa. Os painéis solares vestem as fachadas dos edifícios, dando-lhes uma aparência renovável, ecológica e fresca. Da mesma forma, os dispositivos de automação residencial oferecem esse ponto futurista que é tão grata em qualquer ambiente da casa. Além disso, a integração também tem outras vantagens:
    Economiza na conta de luz: os painéis solares geralmente geram luz excedente durante o dia que pode ser usada à noite. Com a instalação da automação residencial em eletrodomésticos e outros dispositivos elétricos, esses excedentes podem ser usados cada vez melhor.
    Rápida amortização: apesar do custo da instalação de painéis solares e da automação residencial, os especialistas dizem que o investimento se paga em sete a dez anos.
    Bem-estar e conforto: com painéis solares, a preocupação com as contas de energia elétrica ocupa o segundo lugar. Da mesma forma, com a automação residencial, é muito mais fácil realizar tarefas domésticas, através do seu smartphone ou tablet. Confirme a velocidade da sua ligação de internet aqui
    Manutenção: Os sistemas de automação residencial e os painéis solares não exigem grande manutenção. Obviamente, se ocorrer uma falha, a resolução dela pode ser um pouco complexa.
    Interação: Os sistemas de automação residencial permitem estabelecer uma comunicação correta entre pessoas e moradia, o que favorece a eficiência e, portanto, o autoconsumo.
 
Link
Jeferson Batista Sobczack

Jeferson Batista Sobczack

Diga Francamente!

Leia Também »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp