28/07/2023 às 12h23min - Atualizada em 28/07/2023 às 12h23min

Obra Mais Segura conta com o apoio dos trabalhadores

Jornalismo Vizzotto
Jornalismo Vizzotto

Hoje, 27 de julho, se celebra o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. A data foi instituída há exatos 50 anos no Brasil.

ITAPEMA - Engajar as equipes numa percepção coletiva de segurança e importância de seguir as normas que asseguram o bem-estar de todos dentro do canteiro de obras é o objetivo de qualquer construtora que atue em conformidade com a legislação em vigor. E é exatamente esta uma das propostas do Programa Obra Mais Segura, uma iniciativa do Sistema FIESC que visa levar mais saúde e segurança ao dia a dia da indústria da construção civil em Santa Catarina. A base do trabalho é a coletividade, onde os próprios profissionais dentro do canteiro de obras disseminam a informação entre seus pares.

Com o programa, a vida humana é preservada, e se conquista redução no número de acidentes e afastamentos ocupacionais. Também é possível reduzir multas, embargos e ações regressivas relacionadas a estas questões. A ação já chegou a Itapema, cidade com o segundo metro quadrado residencial mais valorizado do Brasil, onde o setor se encontra aquecido e emprega formalmente mais de oito mil trabalhadores, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

As construtoras que aderem ao programa podem inserir quantas obras quiserem. Seguindo todas as regras e orientações, a empresa conquista o selo “Obra mais segura”. Este é o caso da Profor Construtora, que atua no mercado local há 23 anos e já formou seus 'Somas' – Supervisores Obra Mais Segura. São eles que ficam responsáveis por disseminar informações relacionadas à prevenção de acidentes e promoção à saúde para outros trabalhadores e também monitorar o cumprimento das ações.

O CEO da Profor, empresário João Formento, explica que os Somas também fornecem relatórios às entidades responsáveis pelo programa, que avaliam se a construtora segue todas as recomendações. “O foco é a vida, e isso já justifica qualquer esforço e iniciativa. Estamos com o Obra Mais Segura na Reserva do Arvoredo e no The Porto Plaza, o que soma mais de 300 profissionais envolvidos. A segurança sempre vem em primeiro lugar, em qualquer coisa da vida, e num ambiente de trabalho como um canteiro de obras ainda mais”, reforça Fomento. O empresário comenta que o programa foi muito bem recebido pelas equipes. “Damos treinamentos constantemente para o nosso pessoal e este programa veio somar aos esforços que já empenhávamos antes, agora com o diferencial desta certificação que estamos buscando e com esta dinâmica diferenciada, que motiva ainda mais os profissionais a abraçarem a ideia”, pontua, se referindo à presença dos supervisores engajados na disseminação das informações e monitoramento das equipes.

O programa se apoia nas normas de Segurança e Saúde no Trabalho dispostas pelo Ministério do Trabalho e Emprego e, em Itapema, é viabilizado através de parceria entre o Sinduscon Costa Esmeralda com o Sesi (Serviço Social da Indústria), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), e CDIC (Câmara de Desenvolvimento da Indústria da Construção) da FIESC (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina).
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp