CIDADE NO AR Publicidade 728x90
29/12/2022 às 20h26min - Atualizada em 01/01/2023 às 00h04min

Anitta revela ter ‘doença do beijo’; médico revela fatos e mitos sobre vírus Epstein-Barr

De acordo com o médico Tasso Carvalho, a doença conhecida como "doença do beijo", é causada pelo vírus Epstein-Barr através da saliva.

SALA DA NOTÍCIA Erre Soares
Recentemente, a cantora brasileira internacionalmente conhecida Anitta revelou que teve o diagnóstico do vírus Epstein-Barr, conhecido como causador da "doença do beijo" e que também pode gerar doenças como a esclerose múltipla. 

A cantora disse que passou "pelo momento mais difícil da [sua] vida" quando a doença foi confirmada. De acordo com o médico Tasso Carvalho, a doença conhecida como "doença do beijo", é causada pelo vírus Epstein-Barr através da saliva.



1- Doença só é contraída através de beijos?

No entanto, segundo o médico, amononucleose infecciosa não é apenas transmitida pelo beijo, mas pelo compartilhamento de objetos como escova de dente, copos ou talheres. Ou seja: qualquer pessoa pode ter.

2- Quem tem o vírus transmite-o a vida toda?

Seu período de transmissibilidade pode durar um ano ou mais. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), passada a infecção, o vírus se torna inativo no corpo do paciente, podendo ser reativado em alguns casos.

3- O vírus é raro?

Não. De acordo com o Ministério da Saúde, a infecção pelo vírus Epstein-Barr (VEB) é muito comum. O VEB é um tipo de herpesvírus chamado herpesvírus 4. Nos Estados Unidos, cerca de 50% de todas as crianças com 5 anos de idade e perto de 95% dos adultos tiveram uma infecção por VEB. 

4- Os sintomas são claros?

De acordo com Tasso, em muitos casos, a mononucleose se manifesta de forma assintomática. Por isso, as pessoas podem transmitir sem sequer saber que estão com o vírus.

Quando há sintomas, eles podem ser confundidos com os de outras doenças respiratórias comuns. Por isso, uma boa maneira de confirmar o diagnóstico é por meio de um exame sorológico para identificar a presença de anticorpos.

Segundo o Ministério da Saúde, a doença pode causar:

febre alta;
dor ao engolir;
tosse;
dor nas articulações;
inchaço no pescoço;
irritação na pele;
amigdalite;
fadiga;
Inchaço do fígado.
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp