CIDADE NO AR Publicidade 728x90
05/12/2022 às 17h40min - Atualizada em 05/12/2022 às 16h20min

Como ser LEVE em meio ao CAOS.

Aline Camargo

Aline Camargo

Especialista em Desenvolvimento Humano ​Te ajudo a destravar seus medos para lhe permitir realizar seus maiores sonhos!

Diante de um cenário desafiador, onde a todo instante por escolha ou  não, somos bombardeados com a presença do caos. Que o digam, o Sr.Padeiro, ao notar que o gás acabou e ele não fez reserva de emergência, ou a dona de casa, que recebeu a visita inesperada de cinco pessoas, em dia de semana, ou a mãe de um bebê, que precisa ir para seus compromissos profissionais, e a babá que não compareceu, ou o marido, que em um trânsito infernal cheio de pessoas com pressa e com raiva, não lembrou do aniversário de casamento, e não vai conseguir comprar um presente. Ou da moça de 35 anos bem sucedida financeiramente, que se aventura a um encontro no site de namoro, e está em parafuso porque a dona da boutique vendeu seu vestido de 1.200 reais na cor azul serenity.
Ela teve que viver o caos de levar o vestido azul céu. Quase a mesma, mas se o encontro falhar, a culpa ficará na cor do vestido. ''Lady Marry, seu vestido não deu sorte, o namoro babou, vou levar vermelho da próxima''.
O caos, pode surgir nos grupos de família, ou de trabalho, por divergências políticas ou religiosas. Mas, como encontrar leveza, diante de episódios que parecem fugir do nosso controle?
Pense sobre duas pergunta: Qual é o seu caos?  Quais guerras valem a pena lutar?  Identificar o caos , é um grande passo, para saber separar aquilo que é nosso daquilo que é do outro. Identificar o caos, é fazer escolhas inteligentes diante dele, mas para isso é essencial domesticar o Ego, e as vezes acorrenta- lo.  Sem a presença insistente do ego, não haveriam guerras e nem muros.
Qual guerra vale a pena lutar?
Dentro de cada um, existe uma grande guerra chamada: Ego, é por causa dele, que insistimos em validar nossas guerras, e juntar pessoas para compartilhar nossas emoçõe, é seguir lutando, como diriam a música ( somos todos iguais, braços dados ou não, cantando e seguindo a canção). 
Qual é a sua música?   Como ser leve em meio ao caos?
Escolher qual guerra é realmente a sua, ou apenas uma cópia da guerra que é do outro, e que vai sendo replicada vez apos vez!
Antes de lutar por um ideal, poderíamos enfrentar a maior guerra que existe para cada um ( aceitar nossas guerras internas, abraçar as nossas sombras, para integra- la, e não fugir dela).  Certamente haveria mais leveza, se todos entendem a sua própria batalha!
Link
Leia Também »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp