17/12/2021 às 10h37min - Atualizada em 01/01/2022 às 00h10min

Com 170 mil hectares, BrasilAgro destaca produção de alimentos em comemoração aos 15 anos na B3

Companhia foi a primeira de produção agrícola listada no Novo Mercado, da Bolsa de São Paulo

SALA DA NOTÍCIA Redação
http://ri.brasil-agro.com/ 
Cauê Diniz/B3

A BrasilAgro destacou a importância da produção de alimentos durante evento que comemorou 15 anos da empresa na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. A companhia tem quase 170 mil hectares em produção na safra 2021/22, "que geram alimentos, geram etanol, geram carne, milho, tudo isso para a população brasileira e mundial", destacou André Guillaumon, CEO da BrasilAgro, em discurso.

A empresa tem fazendas em produção em seis Estados do Brasil, além de propriedades no Paraguai e na Bolívia. Este portfólio imobiliário, segundo o último balanço divulgado ao mercado, é superior a R$ 3 bilhões.  

"Produzir alimentos é uma missão", resumiu Eduardo Elsztain, presidente do Conselho de Administração da companhia que também participou da cerimônia e festejou o crescimento da empresa desde a fundação em 2006. "Emociona estar celebrando e creio que quando isso começou, era um IPO para uma companhia que não tinha muita gente, tínhamos menos de dez pessoas, que conseguiram, em um mercado muito profundo, como é o caso do brasileiro, um IPO de cerca de 280 milhões de dólares. E hoje é uma companhia que impacta mais de 470 famílias", comemorou.

A empresa tem conseguido aproveitar o bom momento do agronegócio brasileiro, com alta de commodities e valorização de terras. No último ano safra, encerrado em junho, a BrasilAgro reportou receita líquida recorde de R$ 721,9 milhões

Nos últimos meses, a empresa anunciou a venda de duas fazendas, incluindo a Alto Taquari, localizada em Mato Grosso, por R$ 589 milhões, a maior da história da BrasilAgro. As operações também têm gerado valor aos acionistas, com pagamento de R$ 260 milhões em dividendos neste semestre.

A empresa, que nasceu com o IPO na B3, fez um Follow on este ano, no qual levantou R$ 440 milhões, e emitiu um Certificado de Recebimento do Agronegócio (CRA) de R$ 240 milhões.

"É um sonho que se tornou um projeto, um IPO que saiu do papel. Não poderia deixar de saudar, também, não só as pessoas que estão aqui na liderança, mas isso aqui, esse sonho grande, ele é feito lá (nas fazendas). Aquela produção de alimentos, aquela responsabilidade, ela é feita lá na ponta. Então, aqui vai o nosso carinho, o nosso apreço, a todas as famílias que dedicam seu tempo para a construção desse sonho", finalizou Guillaumon.

Serviço

15 anos da BrasilAgro na B3

Discursos completos:

https://www.youtube.com/watch?v=hJvD3PMIBbI

Mais informações:

http://ri.brasil-agro.com/ 


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp