04/12/2020 às 10h32min - Atualizada em 04/12/2020 às 10h03min

O BAIXO EFETIVO POLICIAL NOVAMENTE PREOCUPA OS CATARINENSES

A REPOSIÇÃO É URGENTE, CRIMINOSOS SABEM QUE SC ESTÁ UM CAOS EM SEU NUMERO DE POLICIAIS

Divulgação PMSC
A  QUEM INTERESSA O BAIXO EFETIVO POLICIAL EM SANTA CATARINA? - Questiona a população de Santa Catarina, especialmente do interior do Estado.

A TECNOLOGIA TEM QUE SER ALIADA E NÃO SUBSTITUTIVA A FIGURA DO POLICIAL MILITAR - Relata um comentário na Rede Social.

Após noite de terror em Criciúma, maior cidade do Sul do estado, o número de  policiais militares volta a ser questionado em Santa Catarina. 

 Assaltos de grandes proporções vem acontecendo nos últimos meses no estado, muitos deles cinematográficos. Com ações criminosas que mais parecem cenas de filme, e deixam qualquer cidadão de cabelos em pé. 

Em março de 2019, assaltantes fortemente armados invadem a pista do aeroporto Quero Quero em Blumenau,
 atacam 02 carros fortes da empresa Brink's e roubam aproximadamente R$10.000.000,00 milhões de reais.
Mesmo em Blumenau, onde o treinamento e a equipe estão entre as melhores e mais preparadas do Estado, a marginalidade cometeu o crime. No mesmo mês, agências bancárias são alvos de criminosos no município de Mirim Doce. 

Em dezembro de 2019, a cidade de Vidal Ramos também foi alvo de uma quadrilha ousada e disposta a roubar agências bancárias há qualquer custo. 

Como se não bastasse, na última terça feira dia 01/12, aproximadamente 30 homens com armas de grosso calibre, carros luxuosos e blindados, invadiram a cidade de Criciúma metralharam o batalhão da polícia militar,  explodiram os cofres da principal agência Bancária da localidade, roubaram milhões de reais e deixaram duas pessoas feridas, sendo dois profissionais que atuam na área da segurança pública e privada. Um dos atingidos foi um Policial Militar que junto de sua equipe, bravamente, sem equipamentos e um contingente adequado enfrenteram os bandidos em um confronto totalmente desporporcional.

O baixo efetivo policial entrou em debate novamente depois do acontecido. Pois, foi tema de questionamentos de vários deputados nos últimos dias durante sessões da Assembléia Legislativa de Santa Catarina (ALESC).

Até quando o povo catarinense vai suportar a insegurança trazida pela falta de policiais?

Até quando os municípios do estado irão permanecer com um baixo efetivo nas corporações? 

Pois, tudo indica que esses criminosos estão migrando para Santa Catarina, justamente por saber disso. Por conhecer nossas limitações. 

Nas últimas décadas no nosso estado a população aumentou muito, e infelizmente os crimes também. Porém, por incrível que pareça, o número de policiais militares vêm diminuindo a cada dia.

O povo catarinense, junto de seus representantes eleitos, clama por mais policiais nas ruas. E cabe ao poder executivo mudar essa triste realidade,  trazendo mais segurança e tranquilidade ao cidadão.
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp